GracieMag - Sensō Jiu Jitsu

GracieMag

Faixa-vermelha de Jiu-Jitsu, Rorion Gracie mostra sua receita de pão com abacate e suco verde August 09 2017

Rorion Gracie mostra uma de suas refeições prediletas da Dieta Gracie. Foto: Revista Trip

Grande mestre de Jiu-Jitsu, Rorion Gracie costuma dizer que trocaria tudo que sabe sobre o Jiu-Jitsu para manter o seu conhecimento sobre a Dieta Gracie. Se usar como base o quão longevos foram Carlos e Helio Gracie, pioneiros na arte marcial e na dieta, dá para entender a escolha do faixa-vermelha.

Aos 65 anos de idade, grande mestre Rorion segue firme na rotina diária de combinação dos alimentos e intervalos corretos para o completo processamento destes pelo organismo. Tudo documentado no livro “Dieta Gracie”, escrito pelo próprio.

Além do caminho para a alimentação saudável, o mestre ressalta os perigos que o atleta passa ao escutar aquela voz interna que insiste em desviar a atenção daquele que busca a evolução.

“Quando você entra no supermercado, é como se entrasse num ringue – seu inimigo interno está lá, esperando-o. Esse adversário tem um repertório cheio de chutes, socos e golpes baixos, e está pronto para usá-los contra você. (…) Ele tem um cruzado de direita chamado ‘Só um pacotinho de biscoitos pode acabar com essa agonia’”, frisa Rorion.

Ficou interessado? Confira abaixo uma das receitas preferidas de Rorion, o pão com abacate, e conheça hoje os benefícios da Dieta Gracie!


Machucou? Conheça o cardápio ideal para o lutador de Jiu-Jitsu dolorido October 01 2014

Bacalhau também faz parte da Dieta Gracie. Foto: Divulgação

Bacalhau também faz parte da Dieta Gracie. Foto: Divulgação

Nada mais natural para um atleta ou praticante de artes marciais que sentir aquele incômodo muscular. Um sábio meio irônico já chegou a dizer que a dor é a fraqueza saindo do corpo.

Seja como for, com dores e contusões não se brincam. Em julho de 2013, GRACIEMAG #196 publicou um artigo útil para o atleta dolorido mudar seu cardápio e voltar aos treinos embalado. Confira:

Você sabe por que seus músculos ficam latejando após um campeonato ou sessão árdua de treinos? Esqueça mitos como o ácido lático ou falta de malhação. O incômodo é normal, e faz parte de um processo natural de inflamação do corpo humano, uma resposta ao esforço físico em excesso.

A boa notícia é que, para se recuperar rapidamente e amenizar a dor, você não precisa ir à farmácia, e sim ao supermercado, local certo para garantir um cardápio rico em alimentos com propriedades antiinflamatórias.

O primeiro passo, claro, é cortar tudo que atrasa sua recuperação. A ciência hoje concorda com a Dieta Gracie que um organismo saudável precisa ao máximo evitar a acidez – leia-se, reduzir ao máximo ou cortar refrigerantes, corantes, doces, farinhas, fritura, manteiga e outras gorduras.

Eliminada ou reduzida a presença desses seus “adversários” na geladeira, basta contar com os alimentos aliados.
Alguns dos principais antiinflamatórios naturais são: Alga, óleo de fígado de bacalhau, raiz de gengibre, alho, salmão, atum e cebola.

Outros alimentos úteis para desinflamar: Amêndoa, bacalhau, abacate, castanha do Pará, cenoura, abóbora, uva, feijão e soja.

Curtiu? Quer receber mais dicas sobre alimentação e Jiu-Jitsu todo mês? Corra às bancas, ou assine a sua revista favorita, aqui.


Abobrinha com abacate: Que tal um lanche especial antes de ir treinar Jiu-Jitsu? July 17 2014

Bolinhos de creme de abacate. Foto: Divulgação

Bolinhos de creme de abacate. Foto: Divulgação

Uma deliciosa maneira de adicionar mais vegetais a sua dieta é fazer estes saudáveis ​​bolinhos de abobrinha em casa. Esta receita é cheia de bons ingredientes que transformam este prato em uma refeição completa, perfeita para o almoço ou jantar.

Na receita, em vez de servir os bolinhos com creme azedo, usamos creme de abacate, que é mais leve e saudável. Outra opção é escolher vegetais diferentes cada vez que você fizer seus bolinhos; desta forma você poderá desfrutar de vários nutrientes e nunca se cansar.

Ingredientes

Fritos:

500g de abobrinha ralada
1 xícara de ervilhas verdes
4 cebolinhas, fatiadas
1 colher de chá de sal marinho
3 ovos
½ xícara de farinha de amêndoa
1 dente de alho, picado
2 colheres de sopa de farinha de linho de ouro
Creme de abacate:
1 abacate sem caroço e descascado
½ xícara de leite de coco
1 colher de chá de sal marinho

Modo de preparo:

Rale as abobrinhas e coloque-as em uma peneira ou processador de alimentos. Polvilhe com sal (a gosto) e misture bem. Coloque a abobrinha em uma tigela grande. Adicione as ervilhas, cebolas, ovos, alho, amêndoa e linho. Misture.

Pré-aqueça uma panela de ferro fundido em fogo médio. Enquanto a panela esquenta, faça o creme de abacate misturando o abacate, leite de coco e sal marinho até ficar tudo homogêneo. Ponha de lado. Nesta fase, é bom para cozinhar um bolinho como teste, para ter certeza de que ele não se desfaz. Adicione mais um toque de farinha de amêndoa, se necessário.

Cozinhe os fritos em uma panela em fogo médio em um pouco de óleo de coco por 2 minutos de cada lado, ou até estar cozido. Sirva com o creme de abacate por cima e cebolinha verde em rodelas finas e manjericão, ou qualquer outra erva que desejar.

Gostou da dica? Comente com a gente.