GracieMag - Sensō Jiu Jitsu

GracieMag

UFC 187: Chris Weidman nocauteia Vitor Belfort; Daniel Cormier finaliza no mata-leão May 23 2015

Chris Weidman nocauteou Vitor Belfort no primeiro round.

Chris Weidman nocauteou Vitor Belfort no primeiro round. Foto:UFC

Chris Weidman dominou Vitor Belfort no chão e manteve a cinta dos médios, após bela atuação no UFC 187, evento realizado em Las Vegas, Nevada, na noite de sábado. Logo depois, no combate principal do card, Daniel Cormier finalizou Anthony Johnson com um mata-leão, conquistando o cinturão meio-pesado (peça que antes pertencera a Jon Jones, atleta recentemente afastado do Ultimate).

Confira os melhores lances das lutas:

Cormier derruba Anthony Johnson e finaliza no mata-leão

Cormier agora é novo campeão meio-pesado do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Cormier agora é novo campeão meio-pesado do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Parceiro de treinos de Marcus Almeida “Buchecha”, o wrestler Daniel Cormier não deu espaços a Anthony Johnson na luta principal da noite, distribuindo quedas dos mais variados tipos. O atleta da Blackzilians chegou a acertar um bom soco no primeiro assalto, que quase definiu a peleja, mas Cormier conseguiu se recuperar e seguiu ditando o ritmo do combate.

A segunda etapa não foi muito diferente. Cormier voltou a derrubar Johnson, que não achava o tempo certo da defesa de quedas. Por cima, o wrestler maltratou o oponente com poderosas cotoveladas. Ele até arriscou uma kimura, mas não concretizou a finalização.

No terceiro e decisivo assalto, Daniel caiu novamente por cima e obrigou Johnson a virar de quatro apoios. Quando o cronômetro marcava 2min39s, Johnson batucou por conta de um arrochado mata-leão.

Agora faixa-preta de Jiu-Jitsu, Chris Weidman monta e nocauteia Vitor Belfort

Faixa-preta de Renzo Gracie e Matt Serra, Chris Weidman pisou no octógono para manter o cinturão dos médios e a invencibilidade (até então de 12 lutas) na carreira. O combate começou a todo vapor, com Vitor Belfort na pressão. A receita quase deu certo. Vitor foi capaz de emplacar uma sequência de socos perigosos, mas o campeão soube se defender.

No minuto seguinte, Weidman surpreendeu o brasileiro com dois bons socos. O ataque abriu o espaço necessário para o “All-American” derrubar Vitor com um double-leg, uma de suas quedas mais fatais. Por cima, Weidman passou a meia-guarda de Belfort com extrema facilidade, indo direto para a montada.

Já na posição de domínio, com os dois joelhos bem justos, Weidman desferiu socos para vencer Belfort por nocaute técnico a 2min53s do primeiro assalto.

“Eu consegui me recuperar e venci. Coloquei na minha cabeça que se fosse uma luta agarrada, eu venceria de qualquer jeito. Eu queria que as pessoas aplaudissem o Vitor porque ele é um ícone desse esporte. E outra coisa: parem de duvidar de mim e entrem no meu time”, disse Weidman, em entrevista após a luta.

UFC 187
MGM Grand Garden Arena, Las Vegas, EUA
23 de maio de 2015

Daniel Cormier finalizou Anthony Johnson com um mata-leão a 2min39s do R3
Chris Weidman nocauteou Vitor Belfort a 2min53s do R1
Donald Cerrone nocauteou John Makdessi a 4min44s do R2
Andrei Arlovski nocauteou Travis Browne a 4min41 do R1
Joseph Benavidez venceu John Moraga por decisão unânime dos jurados

Card preliminar

John Dodson venceu Zach Makovsky por decisão unânime dos jurados
Dong Hyun Kim finalizou Josh Burkman no katagatame a 2min13s do R3
Rafael Sapo venceu Uriah Hall por decisão dividida
Colby Covington venceu Mike Pyle por decisão unânime dos jurados
Islam Makhachev finalizou Leo Kuntz no mata-leão a 2min38s do R2
Justin Scoggins venceu Josh Sampo por decisão unânime dos jurados