GracieMag - Sensō Jiu Jitsu

GracieMag

20 anos: Relembre grandes finalizações e nocautes de Vitor Belfort no UFC March 10 2017

Belfort no duelo histórico contra Wanderlei Silva na primeira edição do UFC no Brasil. Foto: Zuffa LLC

Prestes a fazer a luta principal do UFC Fortaleza, no próximo sábado, dia 11, Vitor Belfort tem bastante história pra contar no octógono. Em fevereiro deste ano, a fera completou 20 anos da sua primeira participação no evento.

Ao longo de duas décadas em alto rendimento no MMA, o faixa-preta de Jiu-Jitsu formado por Carlson Gracie colecionou belas finalizações e nocautes.

No vídeo abaixo, o Ultiamte selecionou alguns dos grandes momentos do “Fenômeno”, e suas conquistas não foram sobre quaisquer adversários. Wanderlei Silva, Anthony Johnson, Michael Bisping, Luke Rockhold e Dan Henderson foram as vítimas da seleção abaixo.

Confira e aqueça para o UFC deste sábado!


Daniel Cormier e Anthony Johnson fazem revanche pelo cinturão no UFC 206 October 06 2016

cucwozlwcaaguit

Campeão peso meio-pesado do UFC, Daniel Cormier está com data marcada para voltar ao octógono a fim de buscar a manutenção do seu título.

Do outro lado, em nova chance de conquistar o cinturão, estará Anthony Johnson, que firma a revanche entre as feras no UFC 206, que rola no dia 10 de dezembro no Canadá. As informações são do Ultimate.

Com poucas opções na divisão até 93kg que renderiam um combate de nome para o card, a revanche com Johnson ficou iminente. Vindo de vitória avassaladora sobre Glover Teixeira, com um nocaute em 14s, Johnson se colocou rápido para disputar mais uma vez o título. Na chance anterior, foi controlado por DC até ser finalizado no mata-leão, em maio de 2015.

Cormier, por sua vez, após apertar Johnson, venceu Alexander Gustafsson em decisão dividida, e após bateu Anderson Silva, em duelo sem valer o título, no UFC 200.

O card do UFC 206, ainda com poucas lutas, tem confirmada a estreia da brasileira Poliana Botelho, contra Valerie Létourneau e mais quatro lutas, além de Cormier x Johnson, que deve ser declarada como luta principal.

Confira o card parcial:

UFC 206
Toronto, Canadá
10 de dezembro de 2016

Daniel Cormier x Anthony Johnson
Zach Makovsky x John Moraga
John Makdessi x Lando Vannata
Olivier Aubin-Mercier x Drew Dober
Rustam Khabilov x Jason Saggo
Valérie Létourneau x Poliana Botelho


UFC 202: McGregor supera Nate Diaz em duelo de 5 rounds August 20 2016

McGregor conseguiu impor seu jogo e vingou a derrota anterior. Foto: Reprodução

McGregor conseguiu impor seu jogo e vingou a derrota anterior. Foto: Reprodução

Mais uma vez, Conor McGregor e Nate Diaz ficaram frente a frente na luta principal de um card do Ultimate, e mais um show de MMA foi apresentado. Cinco meses após seu primeiro encontro, foi a vez do irlandês ir as forras e sair vitorioso no combate, após cinco assaltos de trocação intensa.

O confere rolou no UFC 202, realizado nesse sábado, dia 20, em Las Vegas. Nate pisava no cage embalado pela vitória por finalização, no mata-leão, em seu primeiro encontro. Com a certeza de que era capaz de abaixar a crista de Conor, o irmão de Nick Diaz adentrou no cercado com grandes chances de vitória, mas as bolsas de apostas ainda assim apontavam McGregor como favorito.

Conor, para evitar a segunda derrota, adotou nova postura no octógono. Logo no primeiro assalto era visível a sobriedade do irlandês, com um semblante sério e chutes baixos da maior distância possível, o que fica bem difícil contra o longilíneo peso meio-médio Nate. Nas primeiras duas etapas, McGregor teve as melhores investidas, e Diaz ficou com a lataria avariada cedo no combate.

Como era de se esperar, o cheiro de sangue ativou o modo brawler de Nate, que entrou mais agressivo e contundente no terceiro assalto. Golpes mais fortes, provocações e pressão sobre Conor. Começava a ser ensaiada a reação que ditou o ritmo do primeiro encontro entre eles. Contudo, mesmo com a batida mais lenta, McGregor não esmaeceu na luta, e manteve suas ações em modo de maratona.

Mais dois assaltos vieram, Nate tentou quedar sem sucesso, para usar o Jiu-Jitsu que havia lhe dado a vitória no combate anterior. No fim do duelo, Diaz conseguiu derrubar, mas faltavam poucos segundos para o fim, e o destino do duelo já estava resolvido.

A decisão ficou com os jurados. Um empate foi contabilizado por um dos árbitros laterais, e os outros dois anotaram vitória para Conor McGregor, para sacramentar o vencedor. Conor comemorou bastante, e Nate discordou o resultado, para logo em seguida revelar sua intenção de mais um duelo milionário entre eles.

Ainda na noite, Anthony Johnson e Glover Teixeira fizeram um encontro de meio-pesados nocauteadores no co-evento principal. No combate, onde um piscar de olhos poderia resolver a parada, melhor para Johnson, que com um justo uppercut nocauteou o brasileiro Glover em apenas 13 segundos de luta.

Confira abaixo os resultados completos!

UFC 202
Las Vegas, Nevada
20 de agosto de 2016

Conor McGregor venceu Nate Diaz na decisão majoritária dos jurados
Anthony Johnson nocauteou Glover Teixeira aos 13s do R1
Donald Cerrone venceu Rick Story por nocaute técnico aos 2min02s do R2
Mike Perry venceu Hyun Gyu Lim por nocaute técnico aos 3min38s do R1
Tim Means venceu Sabah Homasi por nocaute técnico aos 2min56s do R2

Card preliminar

Cody Garbrandt venceu Takeya Mizugaki por nocaute técnico aos 48s do R1
Raquel Pennington venceu Elizabeth Phillips na decisão unânime dos jurados
Artem Lobov venceu Chris Avila na decisão unânime dos jurados
Cortney Casey finalizou Randa Markos no armlock aos 4min34s do R1
Lorenz Larkin venceu Neil Magny por nocaute técnico aos 4min08s do R1
Colby Covington venceu Max Griffin por nocaute técnico os 2min18s do R3
Marvin Vettori finalizou Alberto Uda na guilhotina aos 4min30s do R1


Jiu-Jitsu: Glover Teixeira e o mata-leão que apagou St-Preux no UFC August 10 2016

Prestes a atuar no UFC 202, no dia 20 deste mês, Glover Teixeira terá pela frente Anthony Johnson, em duelo válido pelas cabeças da divisão de meio-pesados.

Para se dar bem contra o nocauteador Johson, Glover tem em seu favor, além das mãos pesadas e boxe afiado, um Jiu-Jitsu de primeira linha. Ex-competidor de grappling com atuações inclusive no ADCC, Glover é exímio no chão, e Anthony já mostrou mais de uma vez que o jogo de solo não é muito sua praia.

Para ter uma demonstração prática do Jiu-Jitsu de Glover, confira abaixo o duelo dele contra Ovince St-Preaux, no qual após três rounds de sopapos, o brasuca conseguiu levar pro chão e apagar o adversário no mata-leão.


Vídeo: As encaradas de Johnson x Bader e mais 5 brasucas para o UFC deste sábado January 29 2016

O duelo entre Anthony Johnson e Ryan Bader, no próximo UFC Fight Night, a ser realizado neste sábado, dia 30, em Nova Jersey, EUA, pode definir o próximo desafiante ao cinturão peso meio-pesado do Ultimate, hoje nas mãos de Daniel Cormier.

Mas, antes da luta, Johson e Bader devem vencer os 93kg limites para validar o duelo, na pesagem que rola logo mais.

Ainda no card, teremos a presença de cinco brasileiro: Iuri Marajó, Rafael Sapo, Carlos Diego Ferreira, Wilson Reis e Felipe Olivieri.

Então não perca! A pesagem começa às 19h!


UFC 187: Chris Weidman nocauteia Vitor Belfort; Daniel Cormier finaliza no mata-leão May 23 2015

Chris Weidman nocauteou Vitor Belfort no primeiro round.

Chris Weidman nocauteou Vitor Belfort no primeiro round. Foto:UFC

Chris Weidman dominou Vitor Belfort no chão e manteve a cinta dos médios, após bela atuação no UFC 187, evento realizado em Las Vegas, Nevada, na noite de sábado. Logo depois, no combate principal do card, Daniel Cormier finalizou Anthony Johnson com um mata-leão, conquistando o cinturão meio-pesado (peça que antes pertencera a Jon Jones, atleta recentemente afastado do Ultimate).

Confira os melhores lances das lutas:

Cormier derruba Anthony Johnson e finaliza no mata-leão

Cormier agora é novo campeão meio-pesado do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Cormier agora é novo campeão meio-pesado do UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC/Zuffa LLC

Parceiro de treinos de Marcus Almeida “Buchecha”, o wrestler Daniel Cormier não deu espaços a Anthony Johnson na luta principal da noite, distribuindo quedas dos mais variados tipos. O atleta da Blackzilians chegou a acertar um bom soco no primeiro assalto, que quase definiu a peleja, mas Cormier conseguiu se recuperar e seguiu ditando o ritmo do combate.

A segunda etapa não foi muito diferente. Cormier voltou a derrubar Johnson, que não achava o tempo certo da defesa de quedas. Por cima, o wrestler maltratou o oponente com poderosas cotoveladas. Ele até arriscou uma kimura, mas não concretizou a finalização.

No terceiro e decisivo assalto, Daniel caiu novamente por cima e obrigou Johnson a virar de quatro apoios. Quando o cronômetro marcava 2min39s, Johnson batucou por conta de um arrochado mata-leão.

Agora faixa-preta de Jiu-Jitsu, Chris Weidman monta e nocauteia Vitor Belfort

Faixa-preta de Renzo Gracie e Matt Serra, Chris Weidman pisou no octógono para manter o cinturão dos médios e a invencibilidade (até então de 12 lutas) na carreira. O combate começou a todo vapor, com Vitor Belfort na pressão. A receita quase deu certo. Vitor foi capaz de emplacar uma sequência de socos perigosos, mas o campeão soube se defender.

No minuto seguinte, Weidman surpreendeu o brasileiro com dois bons socos. O ataque abriu o espaço necessário para o “All-American” derrubar Vitor com um double-leg, uma de suas quedas mais fatais. Por cima, Weidman passou a meia-guarda de Belfort com extrema facilidade, indo direto para a montada.

Já na posição de domínio, com os dois joelhos bem justos, Weidman desferiu socos para vencer Belfort por nocaute técnico a 2min53s do primeiro assalto.

“Eu consegui me recuperar e venci. Coloquei na minha cabeça que se fosse uma luta agarrada, eu venceria de qualquer jeito. Eu queria que as pessoas aplaudissem o Vitor porque ele é um ícone desse esporte. E outra coisa: parem de duvidar de mim e entrem no meu time”, disse Weidman, em entrevista após a luta.

UFC 187
MGM Grand Garden Arena, Las Vegas, EUA
23 de maio de 2015

Daniel Cormier finalizou Anthony Johnson com um mata-leão a 2min39s do R3
Chris Weidman nocauteou Vitor Belfort a 2min53s do R1
Donald Cerrone nocauteou John Makdessi a 4min44s do R2
Andrei Arlovski nocauteou Travis Browne a 4min41 do R1
Joseph Benavidez venceu John Moraga por decisão unânime dos jurados

Card preliminar

John Dodson venceu Zach Makovsky por decisão unânime dos jurados
Dong Hyun Kim finalizou Josh Burkman no katagatame a 2min13s do R3
Rafael Sapo venceu Uriah Hall por decisão dividida
Colby Covington venceu Mike Pyle por decisão unânime dos jurados
Islam Makhachev finalizou Leo Kuntz no mata-leão a 2min38s do R2
Justin Scoggins venceu Josh Sampo por decisão unânime dos jurados


Jiu-Jitsu x Ambulância: Rafael Sapo encara Uriah Hall no UFC 187 March 05 2015

Sapo x Hall é um combate agendado para o super card do UFC 187. Foto: Divulgação

Sapo x Hall é um combate agendado para o super card do UFC 187. Foto: Divulgação

O card galáctico do UFC 187 fica melhor a cada dia. O evento, que tem Jones x Johnson na luta principal e Weidman x Belfort no co-evento, tem confirmado o duelo peso médio entre Rafael “Sapo” Natal e Uriah Hall como adição nas lutas do dia 23 de maio, em Las Vegas.

Sapo(19v, 6d, 1e), faixa-preta da Gracie Barra e aluno de Draculino, vem de duas vitórias seguidas no Ultimate, sobre Chris Camozzi e Tom Watson.

Hall (10v, 4d), que conhecido como “Homem-Ambulância” após dois nocautaços na casa do “TUF” americano, vem de três sucesso consecutivos no UFC, com vitórias sobre o veterano Chris Leben, o brasileiro Thiago Marreta e mais recentemente sobre Ron Stallings.

A edição de número 187 do evento ainda conta com outras grandes batalhas, como Nurmagomedov x Cerrone, Browne x Arlovski, Benavidez x Moraga e mais.

Confira no card abaixo:

UFC 187
Las Vegas, Nevada
23 de maio de 2015

Jon Jones x Anthony Johnson
Chris Weidman x Vitor Belfort
Khabib Nurmagomedov x Donald Cerrone
Travis Browne x Andrei Arlovski
Dong Hyun Kim x Josh Burkman
Joseph Benavidez x John Moraga
Rafael Sapo x Uriah Hall
Rose Namajunas x Nina Ansaroff
John Dodson x Zach Makovsky
Mike Pyle x Sean Spencer
Justin Scoggins x Josh Sampo
Islam Makhachev x Leo Kuntz


Jon Jones e Anthony Johnson simulam briga e pregam peça em Dana White March 01 2015

Que susto hein, Dana? Em coletiva promovida pelo UFC, no último final de semana, os campeões de quase todas as categorias se reuniram para divulgar os próximos eventos da organização. Após as perguntas e respostas, os astros fizeram as famosas encaradas.

No face a face do próximo desafio meio-pesado, Jon Jones e Anthony Johnson pararam na frente de Dana White. Jones empurrou Johnson com a cabeça e a briga começou. Dana White ficou desesperado, mas Jones e Johnson começaram a rir. Foi simulado! Dana gargalhou, aliviado, e os dois posaram para as foto com largos sorrisos.

Confira como foi no vídeo abaixo!


Jiu-Jitsu no UFC: o mata-leão sonífero de Josh Koscheck February 26 2015

Com dez anos de casa, Josh Koscheck já viveu momentos de glórias no UFC. Em 2005, por exemplo, chocou os fãs ao finalizar um magro Anthony Johnson com um estrangulamento pelas costas, no UFC 106.

Para aplicar a posição, Josh colocou um gancho, laçou o pescoço de Johnson e deu pressão. Reveja:

UFC 184
Staples Center, Los Angeles, Califórnia
28 de fevereiro de 2014

Ronda Rousey x Cat Zingano
Holly Holm x Raquel Pennington
Josh Koscheck x Jake Ellenberger
Alan Jouban x Richard Walsh
Tony Ferguson x Gleison Tibau
CARD PRELIMINAR
Peso-médio: Mark Muñoz x Roan Jucão
Peso-galo: Kid Yamamoto x Roman Salazar
Peso-meio-médio: Dhiego Lima x Tim Means
Peso-pesado: Derrick Lewis x Ruan Potts
Peso-leve: James Krause x Valmir Lázaro
Peso-pena: Masio Fullen x Alexander Torres
Peso-leve: Jake Lindsey x Joseph Duffy


Card galáctico: Jones, Johnson, Weidman e Belfort disputam cinturões no UFC 187 February 19 2015

Banner de anúncio do evento 187, a ser realizado em maio. Foto: Reprodução

Banner de anúncio do evento 187, a ser realizado em maio. Foto: Reprodução

Mais um grande card foi montado pelo UFC para a semana de comemorações do Memorial Day nos EUA. Marcado para o dia 23 de maio, em Las Vegas, o UFC 187 terá duas das maiores disputas de cinturão da atualidade, entre Jon Jones e Anthony Johnson, no peso meio-pesado, e Chris Weidman contra Vitor Belfort, no peso médio.

A luta principal da noite fica com a disputa de cinturão entre os meio-pesados. Jones (21v, 1d) não sabe o que é amargar uma derrota desde 2009, isso porque esta veio por desqualificação por uma cotovelada vertical. São 11 vitórias seguidas na divisão até 93kg, com vítimas de grande calibre no percurso, como Daniel Cormier, Alexander Gustafsson e Glover Teixeira, por exemplo.

Já Johnson (19v, 4d) faz sua segunda passagem pela organização. Com nove vitórias seguidas no cartel, todas obtidas após a derrota para Belfort no Rio e a demissão, Anthony mostrou-se digno de nova chance na organização e terá contra Jones seu maior desafio na carreira.

No co-evento principal, mas não menos importante, o cinturão pesos médios entra em jogo. Weidman (12v, 0d) segue invicto em sua carreira no MMA. Após vencer Anderson Silva duas vezes e colocar seu nome na história do UFC, Weidman bateu o também duríssimo Lyoto Machida e terá contra Belfort mais um grande oponente brasileiro. Belfort (24v, 10d), por sua vez, segue em grande fase. Campeão do torneio peso pesado e do cinturão meio-pesado do Ultimate, Vitor continua sua saga nos médios após expressivas vitórias sobre os tops da categoria.

Ainda no card teremos outros duelos importantes. Khabib Nurmagomedov encara Donald “Cowboy” Cerrone por possível vaga para futura disputa do cinturão peso leve, assim como Joseph Benavidez e John Moraga se encaram no peso-mosca, com mesma expectativa. Outro duelo confirmado é no peso pesado, entre Travis Browne e Andrei Arlovski.

E você, leitor, já está animado com o card galáctico para o UFC em maio? Comente conosco!