Liquid error (snippets/smartseo line 85): include usage is not allowed in this context

FREE SHIPPING to the U.S. on ALL ORDERS!

Mundial: Rafa Mendes e o penta com direito a berimbolo em Cobrinha

Rafa Mendes x Cobrinha no Mundial 2015

Rafa Mendes berimbola e alcança as costas da fera Rubens Cobrinha no Mundial 2015. Foto: Rafael Werneck.

Os faixas-pretas Rafael Mendes (Atos), 25 anos, e Rubens Charles Maciel, o Cobrinha (Alliance), 35, se acostumaram a levantar a Pirâmide de Long Beach na Califórnia desde a primeira vez que colidiram por lá, no Mundial de 2009. Primeiramente o encontro foi na semifinal, e depois houve três finais.

O que eles reservariam de novo para 2015? E quem seria afinal o primeiro pentacampeão mundial dos pesos-penas?

Pelo que se podia ver desde a primeira luta de ambos no sábado, 30 de maio, o bicho iria pegar, sem dúvida.

Rafa começou primeiro, despachando André Monteiro (A-Force) nas oitavas. No ringue do lado,  Cobrinha maltratou a guarda do bom Ítalo Lins (GFTeam) até obrigá-lo a bater no braço.

Já no domingo, Rafa estrangulou pelas costas Philipe Della Monica (GB), que eliminara o imortal Wellington Megaton, de 47 anos; e depois finalizou Mário Reis (Alliance) no braço, variando para a mão-de-vaca, com cinco minutos de luta.

Cobra por sua vez precisou passar a guarda de Osvaldo Queixinho (Gracie Elite), e depois ganhou a vaga para a final por cortesia do colega Gianni Grippo, que passara por Léo Cascão nos últimos instantes.

Na hora da final, o ginásio em Long Beach fez um “silêncio ensurdecedor”, como disse um poeta, e no início apenas as instruções dos técnicos Gui Mendes e Mário Reis eram ouvidas.

Rafa começou a colaborar com o barulho geral ao raspar, antes dos três minutos de luta. Aos seis, a Pirâmide foi abaixo: o caçula dos Mendes fintou uma passagem do legdrag, variou para um berimbolo esquisito (“berimlouco”, segundo nossos leitores) e girou serpenteando para as costas de Cobrinha: 6 a 0, e o silêncio havia ido para o espaço.

“Uh, vai pegar!”, berravam os fãs de Rafa, mas Cobrinha não é tetracampeão mundial de Jiu-Jitsu, e um dos treinadores mais requisitados até por feras do UFC, como Fabricio Werdum, a troco de nada. Com calma e muita técnica, protegeu sua gola, evitou o estrangulamento, ficou em pé e virou-se caindo dentro da guarda de Rafa. Olhando para a arquibancada, Cobrinha chegou a perguntar: “Vai pegar onde…?”

Mas restavam apenas 50 segundos, e a quarta final de Mundial entre ambos tinha um vencedor: o pentacampeão Rafa Mendes – que também tem sonhos grandiosos fora das competições:

“Vou disputar o ADCC sim, mas agora vou pensar no meu segundo filho, que está para nascer. Quero ter um monte de filhos, mais de cinco se der”, disse o astro.

Será que veremos Rafa x Cobrinha no ADCC 2015, em São Paulo? Se as fraldas deixarem, grandes chances de mais um lutão.

Logo Storm Strong

Older Post
Newer Post
Close (esc)

Popup

Use this popup to embed a mailing list sign up form. Alternatively use it as a simple call to action with a link to a product or a page.

Age verification

By clicking enter you are verifying that you are old enough to consume alcohol.

Search

Shopping Cart

Your cart is currently empty.
Shop now