Confira o andamento da faixa-preta no Mundial 2016, no domingo de gala June 05 2016

Bruno Malfacine faz final com Caio Terra no Mundial 2016 no peso galo Foto Luca Atalla

Rei dos galos: Bruno Malfacine foi à final com Caio Terra mais uma vez, e se tornou octacampeão mundial. Foto: Luca Atalla

Veja como foram as ações nas divisões de peso da faixa-preta masculino, neste domingo, direto da Pirâmide de Long Beach, palco do Mundial de Jiu-Jitsu 2016.

Peso-galo

Quartas de final:
João Miyao venceu Lucas Pinheiro por 1 a 0 nas vantagens (2 a 2)
Caio Terra venceu Koji Shibamoto por 6 a 0 nas vantagens (4 a 4)

Bruno Malfacine venceu Rodnei Barbosa por 7 a 0 ao passar e pegar as costas
José Tiago venceu Ivaniel Cavalcante por 2 a 0

Semifinais:
Caio Terra venceu João Miyao por 10 a 8 numa guerra eletrizante com raspagens e botes no pé
Bruno Malfacine finalizou José Tiago numa linda chave de braço

Final:
Bruno Malfacine venceu Caio Terra por 2 vantagens a 0 (0 a 0)

Peso-pluma

Quartas de final:
Paulo Miyao venceu Takuto Kako por 24 a 0
Isaac Doederlein venceu Michael Musumeci por 1 vantagem (2 a 2)

Ary Farias venceu Gabriel Moraes por 2 a 0
Hiago George venceu Gianni Grippo por 4 a 0 (costas)

Semifinais:
Paulo Miyao venceu Isaac Doederlein por 4 a 0
Ary Farias venceu Hiago George na decisão unânime (0 a 0)

Final:
Paulo Miyao venceu Ary Farias por 4 a 2 (raspagens)

Peso-pena

Quartas:
Rafael Mendes pegou as costas e venceu Léo Saggioro por 6 a 0
Osvaldo Moizinho raspou e venceu Gabriel Marangoni por 2 a 0

Rubens Cobrinha passou e venceu Samir Chantre por 7 a 0
Marcio André venceu Bruno Frazatto por 9 a 6

Semifinais:
Rafa Mendes finalizou Osvaldo Moizinho no braço após encaixar o triângulo
Marcio André passou a guarda de Rubens Cobrinha na melhor luta do domingo e venceu: 7 a 6

Final:
Rafa Mendes venceu Marcio André por 2 vantagens a 1 (8 a 8 nas raspagens)

Peso leve

Quartas:
Gabriel Rollo venceu Michael Langhi na decisão dividida em luta eletrizante (2 a 2 nas raspagens)
Edwin Najmi venceu Michael Liera Jr por 4 a 3 nas vantagens

Lucas Lepri finalizou Mansher Khera na chave omoplata após abrir 5 a 0
Jonathan “JT” Torres venceu Francisco Sinistro por 1 vantagem

Semifinais:
Edwin Najmi finalizou Gabriel Rollo no pescoço de forma fulminante
Lucas Lepri venceu JT por 2 a 1 nas vantagens no finzinho (2 a 2)

Final:
Lucas Lepri passou a guarda de Edwin Najmi, abriu 12 a 0 e finalizou nas costas aos 9min52s

Peso médio

O bicho pegou no peso médio desde o sábado, como nos choques entre o vitorioso Dillon Danis e Guto Campos – Dillon encara Otavio agora; Lucas Leite precisou passar ontem por Vinicius Marinho nas oitavas; Marcos Tinoco eliminou Victor Estima; Jhonny Loureiro brilhou ao eliminar Vitor Henrique, da GFTeam; Gabriel Arges também passou, deixando Celsinho Venicius fora da briga. E ainda tem mais guerras hoje.

Quartas:
Otavio Sousa venceu Dillon Danis por 4 a 0
Yago Souza venceu Jhonny Loureiro por 1 vantagem (2 a 2)

Gabriel Arges finalizou Claudio Calasans na chave de joelho
Marcos Tinoco venceu Lucas Leite nas vantagens

Semifinais:
Otavio Sousa pegou as costas e venceu Yago Souza por 9 a 2
Gabriel Arges finalizou Marcos Tinoco no leglock

Final:
Otavio Sousa (GB) e Gabriel Arges (GB) fecharam – Otavio foi tri mundial

Meio-pesado

Quartas:
Leandro Lo passou a guarda e venceu Matheus Diniz por 7 a 0
Keenan Cornelius passou a guarda e venceu Renato Cardoso por 5 a 2

Romulo Barral venceu Murilo Santana por 2 a 0 (raspagem)
Patrick Gaudio venceu Tarsis Humphreys por 2 vantagens a 1

Semifinais:
Leandro Lo raspou para vencer Keenan Cornelius por 4 a 2
Romulo Barral virou luta contra Patrick Gaudio (ele perdia por 8 a 0) e finalizou no pescoço

Final:
Leandro Lo raspou e passou para vencer Romulo Barral por 5 a 0 (Barral se aposentou das competições)

Peso pesado

De volta após um ano dedicado ao ADCC, André Galvão começou no sábado despachando Felipe Dias, para buscar o título que ano passado foi de Xande Ribeiro. Felipe Preguiça também quer, assim como Erberth Santos, o finalista do absoluto, que bateu Aaron Johnson. Ou seja, o bicho promete pegar mais uma vez!

Quartas:
Jackson Sousa venceu Felipe Preguiça na decisão dividida dos árbitros
Guilherme Santos parou Erberth Santos por 2 a 0

André Galvão venceu Lucas Rocha por 1 punição (2 a 2)
Cassio Francis venceu Dimitrius Souza por 1 vantagem (2 a 2)

Semifinais:
Jackson Sousa finalizou Guilherme Santos nas costas
André Galvão venceu Cassio Francis na decisão dividida dos árbitros (4 a 4)

Final:
André Galvão venceu Jackson Sousa na decisão dos árbitros (2 a 2) e foi tetra

Jackson Sousa eliminou Preguiça nas quartas do peso pesado, no Mundial 2016. Foto: Luca Atalla

Jackson Sousa eliminou Preguiça nas quartas do peso pesado, no Mundial 2016. Foto: Luca Atalla

Peso superpesado

Quartas:
Bernardo Faria x Alex Ceconi – Alex Ceconi avançou por W.O. (contusão de Bernardo)
Igor Silva venceu Rodrigo Cavaca por 4 a 2

Léo Nogueira venceu Vitor Toledo por 2 a 0
Luiz Panza finalizou Paul Ardila no joelho em 30 segundos

Semifinais:
Alex Ceconi jogou em pé e venceu Igor Silva por 2 a 0
Léo Nogueira venceu Luiz Panza por 2 a 0 (raspagem)

Final:
Léo Nogueira venceu Alex Ceconi por 2 vantagens a 0 (0 a 0)

Peso pesadíssimo

Quartas:
Marcus Buchecha x Gustavo Elias – Buchecha por W.O.
João Gabriel Rocha venceu Alex Trans na decisão após empate eletrizante em 2 a 2

Ricardo Evangelista finalizou Otavio Nalati na chave de braço
James Puopolo venceu Carlos Farias por 2 a 0

Semifinais:
Marcus Buchecha fez 11 a 4 em João Gabriel e finalizou no armlock da montada em grande luta
James Puopolo estrangulou Ricardo Evangelista após abrir 15 a 0

Final:
Marcus Buchecha finalizou James Puopolo no armlock após pegar as costas aos 3min

Veja quem ganhou de quem no site oficial da IBJJF, no http://events.ibjjf.com/.