FREE SHIPPING to the U.S. on ALL ORDERS!

Resultados ADCC 2017: Felipe Preguiça finaliza Buchecha e é campeão absoluto

Felipe Preguiça comemora vitória sobre Gordon Ryan com seus companheiros da Gracie Barra. Foto: Luca Atalla/Gallerr

Depois de definir os campeões do ADCC nas suas respectivas categorias de peso, era chegada a hora da frenética disputa do absoluto no ADCC 2017, que rolou neste domingo, dia 24, em Helsinque, na Finlândia.

Com poucos minutos ou nenhum tempo para o descanso entre as batalhas, dependendo do caso, e com alguns atletas recém saídos do tatame nas disputas de peso, a disputa do aberto foi um show à parte para quem acompanhou as lutas na Espoo Arena. Nomes como Marcus Buchecha, Felipe Preguiça, Xande Ribeiro, Celsinho Venícius, Mahamed Aly, Dillon Danis e Chael Sonnen entraram na disputa, mas foi Preguiça quem brilhou na complicada chave de peso livre.

Para conquistar o ouro, Felipe fez quatro lutas, além das outras duas que já havia feito no mesmo dia na disputa até 99kg. Preguiça bateu Celsinho Venícius e Victor Honório para chegar na semifinal contra o campeão acima de 99kg Marcus Buchecha.

Favorito ao título, Buchecha se viu em maus lençóis ao permitir o avanço de Preguiça. Visivelmente cansado, Buchecha não conseguiu evitar que Preguiça chegasse em suas costas, posição na qual encaixou o mata-leão para finalizar aos 6min44s do duelo.

Do outro lado da chave, Gordon Ryan avançou com força total. O americano finalizou Roberto Cyborg na chave de calcanhar, em seguida pegou Craig Jones no kata-gatame e depois Mahamed Aly no leglock.

Para a finalíssima, Felipe teve de defender algumas investidas no pé aplicadas por Gordon, especialista no assunto. Contudo, em uma dessas defesas, Preguiça usou a posição do oponente para escorregar até as costas e trabalhou para finalizar. Sem conseguir pegar no mata-leão, ficou com o título absoluto após somar 6 a 0 com os ganchos pelas costas.

Agora, Preguiça fica definido para encarar André Galvão, campeão da superluta deste ano, na edição do ADCC em 2019.

Renzo Gracie e Chael Sonnen vencem superlutas

Além das finais e das disputas do absoluto, duas superlutas entre veteranos da luta agarrada rolaram. Na primeira disputa, Renzo Gracie voltou a encontrar Sanae Kikuta, ex-adversário do Pride.

Renzo partiu para tentativas de queda, enquanto Kikuta parecia buscar o jogo no erro do oponente. O duelo foi disputado quase completamente em pé, com trocas de pegada que procuravam uma brecha. No fim das contas, Renzo foi declarado vencedor por 1 a 0 nas punições.

Na superluta seguinte, Leozinho Vieira encarou Chael Sonnen. Confiante em sua guarda, Leozinho jogou com as costas no solo, enquanto Sonnen fazia tentativas de passagem. O duelo se estendeu desta forma no tempo regulamentar e nos dois tempos extras. Ao fim da disputa, Chael Sonnen ficou com a vitória na decisão dos árbitros.

Chegou a revista digital GRACIEMAG, clique abaixo e leia no seu celular!

Assine GRACIEMAG já, no seu celular!

Older Post
Newer Post
Close (esc)

Popup

Use this popup to embed a mailing list sign up form. Alternatively use it as a simple call to action with a link to a product or a page.

Age verification

By clicking enter you are verifying that you are old enough to consume alcohol.

Search

Shopping Cart

Your cart is currently empty.
Shop now

Net Orders Checkout

Item Price Qty Total
Subtotal $0.00
Shipping
Total

Shipping Address

Shipping Methods