Priscila Souza e Luciana Pereira fazem revanche pelo título do Shooto Bope October 17 2015

Lu Pereira esteve no camp de Claudinha Gadelha para o UFC. Foto: Felipe Fiorito/Divulgação

Lu Pereira esteve no camp de Claudinha Gadelha para o UFC. Foto: Felipe Fiorito/Divulgação

O Shooto Bope, marcado para este domingo, dia 18 de outubro, no Centro de Educação Física e Desportos da Polícia Militar do Rio de Janeiro (CEFD), no bairro Jardim Sulacap, Zona Oeste do Rio, terá uma esperada revanche na luta principal. Priscila Souza e Luciana Pereira voltam a se enfrentar após seis meses do primeiro duelo entre ambas, no Shooto Brasil 53, que coroou Priscila como campeã da categoria até 61,2kg.

O equilíbrio da luta fez com que as lutadoras, à época, discordassem sobre o resultado. Passado algum tempo, porém, as oponentes compartilham da mesma opinião em um sentimento: estão ainda melhores para disputar o título até 61,2kg, em peso já ajustado de acordo com os limites estabelecidos pela CABMMA. O evento terá transmissão ao vivo do Canal Combate a partir das 18h (horário de Brasília), e do UFC Fight Pass. A entrada será exclusiva para convidados.

“Já vi e estou sempre revendo os vídeos da nossa luta. Trabalhei muito para acertar os erros que cometi, treinei muito a parte física, o chão… E, com certeza, evoluí bastante de abril para cá. Eu queria a revanche desde o início e me preparei muito forte para chegar bem nessa luta”, afirma Luciana Pereira.

Com o foco totalmente voltado para o Jiu-Jitsu até o Shooto 53, Priscila Souza lembra que a luta diante de Luciana foi uma das primeiras em que teve contato direto com a trocação. A detentora do cinturão afirma estar bem mais forte neste segmento. “Acredito que estou bem mais preparada. Quando soube que enfrentaria ela novamente, fiz um outro treinamento, com foco na trocação, justamente para pegar mais confiança e técnica nessa parte”, revela.

Nesse período após o primeiro embate, Luciana treinou forte. A participação no camp de Poliana Botelho, campeã mundial peso-mosca do XFC, e Claudinha Gadelha, candidata ao cinturão peso palha do UFC, passou tanta experiência para ela quanto as lutas. “Não lutei, mas aproveitei esse período para acertar detalhes que precisam ser ajustados. A participação no camp de atletas de alto nível como Claudinha e Poliana me ajudou bastante para esse próximo compromisso. Aprendi muito, ganhei mais experiência e, com certeza, vou levar ensinamentos desse tempo que passei com elas para minha luta”, afirma a lutadora da Nova União.

O apoio de atletas renomadas não foi uma exclusividade de Luciana. Priscila Souza contou com o luxuoso auxílio de Jéssica Bate-Estaca, sua companheira de equipe na PRVT e a primeira brasileira a assinar com o UFC. Além disso, diferentemente da adversária, Priscila disputou quatro lutas, tendo duas vitórias e duas derrotas. Os treinos, no entanto, tiveram importância maior para ela. “Cada luta é diferente, tem um treino diferente. Fiz uma preparação muito boa com a Jéssica, saímos muito na mão, trabalhamos bem o chão, que ela é muito dura. Ela até está vendo de ir para o meu corner, o que, com certeza, será de grande ajuda”, afirma.

O Shotoo Bope ainda terá outros confrontos de destaque. Na co-luta principal da noite, o carioca Luiz Besouro volta ao evento após passagem apagada pelo UFC e encara Vinicius Bohrer pela divisão até 77kg. Além de Besouro, outro ex-atleta do UFC que retorna ao cage do Shooto é Luis Beição. Ex-campeão mundial da organização, ele vem de dois empates na Coreia do Sul e enfrenta o ex-TUF Brasil 3 Joilton Peregrino, que soma dez triunfos e apenas três derrotas na carreira. Outro ex-participante do TUF Brasil presente no Shooto, é Nikolas Motta, que participou da 4ª edição, e encara Elismar Carrasco.

Shotoo Bope – edição 58

Data: Domingo, 18 de outubro de 2015
Horário: 18h (Ao vivo no Canal Combate e no UFC Fight Pass)
Local: CEFD (Centro de Educação Física e Desportos da Policia Militar do Rio de Janeiro)
Endereço: Av. Marechal Fontenelle 2906 – Jardim Sulacap, Rio de Janeiro
Entrada exclusiva para convidados

Card de lutas

Até 61,2kg: Priscila de Souza (PRVT) x Luciana Pereira (Nova União) – disputa de cinturão
Até 77,1kg: Luiz Besouro (RFT) x Vinicius Bohrer (TFT)
Até 77,1kg: Joilton Peregrino (Peregrino Team) x Luis Beição (Nova União)
Até 77,1kg: Gugu Besouro (RFT) x Adercino Marmita (Nova União Goias)
Até 73kg*: Julian Jabba (RFT) x Roberto Corvo (Nova União)
Até 73kg*: Wallace Lopes (Rio Fighters) x Giovani Diniz (Nova União)
Até 68kg*: Elismar Carrasco (Junão Gold Team) x Nikolas Motta (Nova União)
Até 93kg: Dilan Montes (Kimura Nova União) x Kleber Mello “Cabo Job” (BPT)
Até 77,1kg: Joaquim Polônia (Cristiano Mascarenhas MMA) x Glaucio Eliziário (Rizzo VT)
Até 70,3kg: Denilson Neves (Relma Combat) x Alcides Nunes (Nova União)
Até 66,2kg: Thiago Manchinha (Baixinho Team) x Junior Negão (Nova União)
Até 68kg*: Rodrigo Bulldog (BPT) x Rafael Bernardo (Nova União)
Até 64kg*: Mauricinho Rossi (DTM) x Willian Ferreira (Nova União/Geração UPP)
Até 56,7kg*: Wendell Boizinho (WL Nova União) x Edilson Santos Jr (Nova União/Dragon Fight)
Até 52,2kg: Kakau Costa (PRVT) x Edi Monster (Nova União)

*Peso combinado

 

(Fonte: Assessoria de imprensa)