FREE SHIPPING to the U.S. on ALL ORDERS!

Judô: Brasil vence ouro duplo nos Jogos Mundiais Militares

Brasil em disputa com o Chile: afiado em pé e letal no chão na Coreia do Sul. Foto: Johnson Barros

Os faixas-pretas brasileiros em disputa com o Chile: afiados em pé e letais no chão na Coreia do Sul. Foto: Johnson Barros

O sábado amanheceu dourado para o judô brasileiro, que conquistou duas medalhas de ouro no primeiro dia de competições dos Jogos Mundiais Militares, em Mungyeong, na Coreia do Sul. O Brasil dominou a competição por equipes e levou o ouro tanto no feminino, quanto no masculino, vencendo Polônia e Mongólia, respectivamente, nas finais.

A seleção feminina de judô formada por Sarah Menezes, Rafaela Silva, Mariana Silva, Maria Portela, Nádia Merli e Rochele Nunes foi a responsável por colocar o primeiro ouro do Brasil no quadro geral de medalhas. Após um susto no primeiro duelo, perdendo para a Rússia por 3 a 2, as meninas se recuperaram na sequência e foram absolutas, vencendo todas as lutas dos confrontos seguintes. Foi 5 a 0 contra Quênia, Mongólia, China e Polônia, na grande final.

“Acho que entramos meio desatentas e acabamos perdendo para a Rússia. Isso mexeu com o ego de todo mundo. Conversamos e voltamos focadas para as outras lutas. Essa medalha é muito boa, principalmente por ser em cima das polonesas, pois tínhamos perdido para elas no campeonato civil. Esse título nos dá bastante confiança para as disputas individuais”, explicou a peso-médio Maria Portela, que defenderá seu título também no individual.

Na decisão do masculino, Charles Chibana (66kg), Leandro Cunha (73kg), Eduardo Bettoni (90kg) e Walter Santos (+100kg) foram eficientes em seus combates e garantiram o 4 a 1 contra os mongóis, colocando o Brasil no posto mais alto do pódio. Leandro Guilheiro (81kg) sentiu desconforto e foi poupado da decisão.

“Sabíamos que não seria uma competição fácil contra a Mongólia. Pegamos adversários difíceis, como a própria Coreia, dona da casa, mas nosso grupo tem muita qualidade”, disse o judoca Leandro Cunha.

No caminho até a final, os meninos foram impecáveis contra o Chile (5 a 0), passaram pelo Azerbaijão (4 a 1) e desbancaram os donos da casa (3 a 2) em duelo equilibrado, cuja vitória veio no último combate entre Walter Santos e Ji Won Jung.

As disputas individuais começam no domingo, a partir das 22h (Brasília).

Older Post
Newer Post
Close (esc)

Popup

Use this popup to embed a mailing list sign up form. Alternatively use it as a simple call to action with a link to a product or a page.

Age verification

By clicking enter you are verifying that you are old enough to consume alcohol.

Search

Shopping Cart

Your cart is currently empty.
Shop now

Net Orders Checkout

Item Price Qty Total
Subtotal $0.00
Shipping
Total

Shipping Address

Shipping Methods