Liquid error (snippets/smartseo line 85): include usage is not allowed in this context

FREE SHIPPING to the U.S. on ALL ORDERS!

Mundial 2015: após perder 35kg, Gabriel Lucas ganha o mundo – e um apelido novo

Gabriel Fedor Lucas contra Ricardo Evangelista no Mundial 2015

Gabriel Fedor Lucas contra Ricardo Evangelista no Mundial 2015

Que Gabriel “Fedor” Lucas era determinado, o leitor do GRACIEMAG.com já sabia. O atleta capixaba da Checkmat decidiu, quando era faixa-roxa, baixar um “pouquinho” dos 140kg que andava batendo, e perdeu 35kg.

Em seu primeiro Mundial de Jiu-Jitsu como faixa-preta, Gabriel sonhava alto no peso pesadíssimo, mas sabia que seria difícil. Entre os 13 lutadores inscritos, a guerra prometia, com seu parceiro de treinos Marcus Buchecha, e ainda o finalista do absoluto Alexander Trans, Leonardo Nogueira, Rodrigo Cavaca, Ricardo Evangelista, Abraham Marte, Gustavo Elias…

Mas quieto, comendo pelas beiradas, ele começou finalizando Léo D’Ávila (Atos) pelas costas. Leonardo Nogueira havia se machucado no absoluto, ao tomar um bote no braço de Abraham Marte, e o estreante sortudo avançou para as semifinais sem luta.

Foi quando se espalhou a notícia bomba na Pirâmide: na vitória contra Cavaca, Alex Trans sentira um estalo no joelho e não conseguia nem andar. Era a bruxa solta, que já tirara Marcus Buchecha no sábado, quando o astro maior da Checkmat contundira os ligamentos do joelho esquerdo na derrota para Ricardo Evangelista nas vantagens (4 a 4 no placar).

Gabriel avançou para a final contra o próprio Evangelista, e a missão de não ser raspado da guarda fechada parecia complicada, mas foi posta em prática. Em pé, Gabriel computou as primeiras vantagens. Por cima, quando Evangelista puxou, o capixaba tratou de jogar com segurança e venceu por 3 a 2 nas vantagens.

A torcida da Checkmat delirou quando Gabriel correu para as arquibancadas, onde Buchecha estava, com uma tala no joelho. No meio da festa, a equipe que já criara um dos melhores apelidos de um lutador, para Antonio “Cara de Sapato”, saudou o apelido do novo campeão: “Cara de Kombi, Cara de Kombi!”

A meta agora de Gabriel, que não é tão alto, é baixar para o superpesado, deixando Buchecha livre para recuperar a coroa dos pesadíssimos ano que vem.

 

Logo Storm Strong

Older Post
Newer Post
Close (esc)

Popup

Use this popup to embed a mailing list sign up form. Alternatively use it as a simple call to action with a link to a product or a page.

Age verification

By clicking enter you are verifying that you are old enough to consume alcohol.

Search

Shopping Cart

Your cart is currently empty.
Shop now