Liquid error (snippets/smartseo line 85): include usage is not allowed in this context

FREE SHIPPING to the U.S. on ALL ORDERS!

Mundial 2015: Xande Ribeiro e o dia seguinte do hepta

Xande Ribeiro consola Lucas Leite no Mundial 2015

Xande Ribeiro consola Lucas Leite no Mundial 2015 / Foto: Rafael Werneck.

Aos 34 anos, Xande Ribeiro chegou para se pesar na manhã de sábado com o kimono estalando de novo e o brilho contagiante no olhar por estar de volta à Pirâmide de Long Beach. Ao bater o peso, deixou o sorriso escapar: a primeira missão estava vencida.

Faltava agora só outros pequenos detalhes para levar para casa seu sétimo ouro mundial: medir forças com os talentos da nova geração dos pesados no seu caminho. O caminho seria espinhoso, com Arnaldo Maidana (Checkmat), Dimitrius Souza (Alliance), Jackson Sousa (Checkmat) e o outro finalista Lucas Leite.

Lutador completo e inteligente como poucos, o bicampeão mundial absoluto (2006/08) começou passando a guarda de Arnaldo cruzando o joelho, para montar e finalizar no estrangulamento, no sábado.

No domingo a coisa só engrossava, e Dimitrius foi o próximo. Com paciência e ajuste, Xande raspou o jovem campeão peso pesado da Alliance e avançou, 2 a 0. A semifinal seria cascuda: Jackson Sousa não dava espaços, e com uma força e uma raça de vaca premiada, parecia que não deixaria Xande brilhar. Foi quando o irmão mais novo de Saulo usou a técnica que se oferecia no seu vasto cardápio.

Da guarda fechada, começou a escorregar, girou, e foi parar nas costas de Jack. Ao ficar por cima, ganhou os dois pontos. Ao enfiar os ganchos, garantiu mais quatro.

O lutador da Checkmat resistiu no pescoço, mas perdeu por 6 a 0, e perdeu a chance de fechar a categoria com Lucas Leite, 32 anos, que do outro lado finalizou Herico Hesley (Nova União) em boa luta, venceu Eduardo Inojosa na decisão e Tim Spriggs também na decisão para ir à final. Tim deixara o ginásio em polvorosa ao eliminar Keenan Cornelius por 2 a 0 (queda), numa revanche da derrota sofrida no absoluto, no sábado.

“O Lucas Leite é um dos lutadores mais inteligentes que há lutando, se mexe sempre de modo certo. Mas o Xande sabia exatamente em que posição não podia cair, naquela meia-guarda dele, então eu só fiquei no córner torcendo”, disse Saulo. “É a colher dentro da panela que sabe como deve se mexer”, diria o irmão depois.

Na final, Xande aproveitou todas as chances que teve, raspando duas vezes e vencendo por 4 a 2. A raspagem vitoriosa veio quando parecia que Lucas estava passando a guarda, uma armadilha e tanto. No fim, Lucas manobrou e quase apertou o pescoço, mas o golpe encaixou.

Após voltar da coleta do antidoping, o heptacampeão comentou: “Amanhã é dia normal, sem descanso nem folga na praia não. Vou acordar cedo e dar minha aulinha para as crianças às 9h da manhã, nossa vida é isso.”

Logo Storm Strong

Older Post
Newer Post
Close (esc)

Popup

Use this popup to embed a mailing list sign up form. Alternatively use it as a simple call to action with a link to a product or a page.

Age verification

By clicking enter you are verifying that you are old enough to consume alcohol.

Search

Shopping Cart

Your cart is currently empty.
Shop now