FREE SHIPPING to the U.S. on ALL ORDERS!

10 motivos para mulheres praticarem Jiu-Jitsu, por Rogério Poggio

O pelotão feminino da nossa GMI Infight. Foto: Flashsports/Divulgação

O pelotão feminino da nossa GMI Infight Jiu-Jitsu. Foto: Flashsports/Divulgação

Ao promover desafios, ao inserir as alunas em situações vitoriosas e também aos reveses no âmbito esportivo, ao instigá-las a criar estratégias, a superar adversidades, a se comunicar com o grupo, a desenvolver coordenação motora, disciplina, autoconhecimento e tantas outras benesses; é natural que, como consequência, o Jiu-Jitsu aumente a autoestima e a confiança das mulheres fora da academia, nas particularidades da vida familiar e social. Segundo nosso GMI Rogério Poggio, eis aí uma das principais razões para a mulher praticar Jiu-Jitsu: fortalecer a autoestima e a autoconfiança.

Confira outros dez motivos do professor da Infight para a mulherada perder o receio e ir correndo vestir o kimono!

1. O Jiu-Jitsu tem como base a defesa pessoal, o que neste momento crítico de violência nas ruas das grandes cidades, pode ajudar as mulheres a saber se portar de maneira adequada em situações de agressões inesperadas. E principalmente para aprender a evitar esse tipo de situação.

2. Por ser um esporte anaeróbico, o Jiu-Jitsu colabora com a definição do corpo, como os braços, abdome e cintura. Torna a mulher mais bonita e extremamente saudável.

3. Nossa arte marcial melhora a concentração no trabalho e nos afazeres de casa. O Jiu-Jitsu é um esporte de raciocínio.

4. A arte suave desperta e prepara para as mulheres para a competitividade. A vida é uma luta, estamos sempre competindo, seja por uma vaga de emprego ou por uma bolsa de estudos. Ao participar de competições de Jiu-Jitsu, aprendemos que precisamos dar sempre o nosso melhor em busca do resultado positivo.

5. Melhora também o sistema cardiovascular e respiratório, afinal, durante o treino de Jiu-Jitsu é muito comum você ter momentos de explosão, alternados com momentos mais brandos, isso colabora muito com a evolução das suas condições físicas.

6. O Jiu-Jitsu melhora a capacidade de comunicação com outras pessoas, colaborando para desinibir as mulheres mais tímidas. Geralmente as academias de Jiu-Jitsu são verdadeiras famílias.

7. O Jiu-Jitsu serve como terapia para relaxar as mulheres do estresse inerente a longas jornadas de trabalho.

8. O Jiu-Jitsu é uma ferramenta de inclusão social e abre as portas para o mundo. Temos em nossa academia Infight a aluna Gabrieli Pessanha, 16 anos e atual campeã mundial no peso e no absoluto, pela IBJJF. A Gabrieli é um exemplo de superação e inclusão social. Moradora da Cidade de Deus, além dos treinos puxados dos quais participa todos os dias, ela está sempre se esforçando para arrecadar recursos para viagens e competições. Já viajou três vezes para os Estados Unidos fazendo rifas e vendendo doces. Hoje Gabrieli é referência dentro de nossa equipe e para as crianças mais novas do nosso projeto social, coordenado pelo professor Márcio de Deus.

9. O Jiu-Jitsu melhora a qualidade de vida das mulheres, estimulando que elas descubram formas de se aperfeiçoar no dia a dia, em aspectos como a alimentação, descanso, malhação, viagens, meditação, trabalho.

10. O Jiu-Jitsu funciona ainda como prevenção aos vícios, ao sedentarismo, à depressão, entre tantos perigos que podem nos surpreender em nossas jornadas.

Quer ler mais artigos como este? Garanta já sua GRACIEMAG, com desconto e no conforto do lar. Saiba mais aqui.

Older Post
Newer Post
Close (esc)

Popup

Use this popup to embed a mailing list sign up form. Alternatively use it as a simple call to action with a link to a product or a page.

Age verification

By clicking enter you are verifying that you are old enough to consume alcohol.

Search

Shopping Cart

Your cart is currently empty.
Shop now

Net Orders Checkout

Item Price Qty Total
Subtotal $0.00
Shipping
Total

Shipping Address

Shipping Methods