UFC: Schevchenko bate Holm e pede revanche contra Amanda pelo cinturão July 23 2016

Valentina comemora muito em sua maior vitória da carreira. Agora ela quer uma revanche contra Amanda. Foto: UFC

Valentina comemora muito em sua maior vitória da carreira. Agora ela quer uma revanche contra Amanda. Foto: UFC

Em noite com cinco brasileiros no card, o UFC em Chicago sacudiu as estruturas do United Center, em Illinois, EUA, nesse sábado, dia 23.

Na luta principal, a russa Valentina Shevchenko encarou e venceu a ex-campeã peso-galo Holly Holm, em duelo pegado de cinco assaltos. Shevchenko, que vinha de derrota para a brasileira Amanda Nunes, atual campeã da divisão, entrou no cage determinada a vencer e reclamar uma nova chance contra a algoz, e conseguiu.

Com melhores ações no combate, contra uma Holm de mãos pesadas mas pouco volume, Valentina sagrou-se vencedora após cinco assaltos, na decisão unânime dos jurados, e chamou Amanda mais uma vez para batalhar no octógono. A campeã disse que Schevvchenko deveria antes encarar Julianna Pena, para asism lhe desafiar pelo cinturão. A russa respondeu:

“A Amanda está com medo. Uma luta de cinco assaltos seria ideal para mim, pois me sinto muito bem. Eu luto com qualquer um na próxima, mas eu acho que ela está com medo”, declarou a casca-grossa.

Na luta co-principal, Edson Barboza encarou o duro Gilbert Melendez na divisão de pesos leves. Ex-campeão do Strikeforce e WEC, e ex-desafiante ao cinturão da divisão, Melendez seria uma adversário digno de teste para Barboza, mas o brasileiro mostrou o seu valor e venceu com propriedade.

No duelo de três rounds, Barboza começou mais cauteloso no primeiro assalto, ao chutar pouco e defender com proeza as investidas de queda de Melendez. Contudo, a partir da segunda etapa, Edson abriu a caixa de ferramentas e soltou suas temidas pernadas, e seus chutes baixos destroçaram a base sólida de Gilbert, que acabou o duelo derrotado, após 15 minutos de luta, em decisão unânime para o brasileiro.

Ainda no card, Luiz Henrique KLB venceu Dmitry Smoliakov com um preciso mate-leão no segundo round, Alex Cowboy venceu mais uma, desta vez ao bater James Moontasri na decisão, Michel Trator venceu JC Conttrell também por decisão e Godofredo Pepey não conseguiu aplicar seu Jiu-Jitsu no cage, e foi superado por Darren Elkins na decisão.