Michael Bisping surpreende e bate Anderson Silva no UFC em Londres February 27 2016

Bisping conectou bons golpes e venceu Anderson na decisão. Foto: Dean Mouhtaropoulos/Zufffa LLC via Getty Images

Bisping conectou bons golpes e venceu Anderson na decisão. Foto: Dean Mouhtaropoulos/Zufffa LLC via Getty Images

O UFC Fight Night 84, realizado neste sábado, dia 27, foi o evento que marcou o retorno amargo de Anderson Silva após sua suspensão por uso de substancias ilícitas. Com pouco mais de um ano sem atuar, o Aranha foi superado por  Michael Bisping, em evento realizado em Londres, cidade que acolheu o cipriota naturalizado inglês.

Anderson parecia ter voltado a sua forma antiga. Nâo era o mesmo do retorno anterior, contra Nick Diaz. Frio e com seus movimentos característicos, Anderson provocou e fez o que quis no combate contra Bisping. Mas faltou um detalhe: a precisão.

Com 40 anos de idade, o brasileiro ex-campeão dos médios não conseguia ter a mesma precisão nos golpes de outrora, apesar de manter a genialidade dos movimentos e esquivas. Bisping, por sua vez, foi certeiro e focado. Buscou a luta em todos os instantes e conseguiu, inclusive, um belo kncodown sobre Anderson.

O combate se estendeu por cinco assaltos. Anderson tinha apenas um pequeno inchaço no olho, enquanto o inglês estava com o rosto todo cortado, dos chutes e joelhadas do Aranha. Fim de combate e decisão nas mãos dos jurados. Vitória unânime para o inglês, que chorou após ter batido aquele que foi considerado por anos o maior de todos no UFC. Anderson, em sua declaração final no octógono, mostrou-se descontente com o resultado.

“Galera, sabe como é. É como no Brasil. Corrupção total”, disse em relação ao resultado oficial dos jurados laterais.

Antes, Gegard Mousasi encarou o faixa-preta Thales Leites na divisão de pesos médios. O duelo foi de clara superioridade para o armênio Mousasi, que conseguiu neutralizar o jogo do brasileiro. Melhor em pé, Gegard estava ciente das intenções de Thales e defendeu com frieza as tentativas de queda de Thales. Por vezes, o brasileiro conseguiu deixar o combate no solo com uma puxada no sacrifício, mas Mousasi se desvencilhou de todas. Após três assaltos, com fortes jabs e combinações de Mousasi, o duelo foi para as mãos dos jurados, com vitória maiúscula para Gegard.

Confira abaixo os resultados completos:
UFC Londres: Silva x Bisping
O2 Arena, Londres, Inglaterra
27 de fevereiro de 2016

Michael Bisping venceu Anderson Silva na decisão unânime dos jurados
Gegard Mousasi venceu Thales Leites na decisão unânime dos jurados
Tom Breese venceu Keita Nakamura na decisão unânime dos jurados
Brad Pickett venceu Francisco Rivera na decisão dividida dos jurados

Card preliminar

Makwan Amirkhani venceu Mike Wilkinson na decisão unânime dos jurados
Davey Grant venceu Marlon Vera na decisão unânime dos jurados
Scott Askham nocauteou Chris Dempsey aos 4min45s do R1
Arnold Allen venceu Yaotzin Meza na decisão unânime dos jurados
Krzysztof Jotko venceu Brad Scott na decisão unânime dos jurados
Rustam Khabilov venceu Norman Parke na decisão unânime dos jurados
Daniel Omielańczuk venceu Jarjis Danho na decisão técnica majoritária dos jurados
Teemu Packalén finalizou Thibault Gouti no mata-leão aos 24s do R1
David Teymur venceu Martin Svensson por nocaute técnico a 1min26s do R2