Melhorar no Jiu-Jitsu é feito andar de bicicleta, como Marcelinho ensinou ao leitor January 28 2016

marcelinho
Professor de Jiu-Jitsu idolatrado em Nova York, nosso homem da capa Marcelo Garcia é também um grande amante das pedaladas. O faixa-preta é visto direto rodando com sua bicicleta esportiva pelas charmosas ruas de Manhattan, de casa para a academia e vice-versa.

Para o leitor Paulo Cesar Soares, professor da escola Pedro II, faixa-marrom de Jiu-Jitsu, as duas paixões de Marcelinho, o kimono e a magrela, têm mais a ver do que o pessoal pensa. Paulo Cesar, que começou a treinar em 2001, mudou sua visão sobre o Jiu-Jitsu graças ao artigo de capa da nova GRACIEMAG:

Para conferir o que sua revista traz, clique aqui!

“Aprendi com a entrevista de Marcelo Garcia o valor de ‘aceitar me expor’ mais nos treinos na academia. Não é uma ideia exatamente nova, mas o astro da Alliance fez enfim a minha ficha cair. Para mim foi um divisor de águas. Ninguém quer ficar sendo amassado ou raspado nos treinos, mas taí o segredo. Paciência, eliminar totalmente a vaidade e buscar treinar não apenas seu ponto forte, seu jogo de segurança. Pensando bem, é como aprender a andar de bicicleta depois de certa idade: enquanto se é criança, aprende-se rápido porque, entre outros motivos, não há vaidade quanto aos tombos. Você tomba e não liga. Quando se é mais velho, a vergonha de cair impede de ousar, e você se limita”, comentou Paulo.

“Muito obrigado pela lição-treino deste mês… Agora deixa eu ir lá aprender a andar de bike de novo. Até mês que vem!”, despediu-se o leitor.

Para assinar GRACIEMAG e recebê-la em casa, clique aqui.