Após despedida, Clube Carlson Gracie será reinaugurado October 14 2015

Marcelo Saporito é um dos responsáveis pela reinauguração. Foto: Arquivo Pessoal

Marcelo Saporito é um dos responsáveis pela reinauguração. Foto: Arquivo Pessoal

Um adeus que felizmente era apenas um até breve. Após o anuncio do fim das atividades no Clube Carlson Gracie, templo do Jiu-Jitsu e referência como uma das maiores equipes de competição que já existiu, Marcelo Saporito, notório aluno do grande-mestre Carlson, revela que o espaço na Rua Figueiredo Magalhães continuará em funcionamento.

O dia 25 de agosto marcou a despedida das atividades, com a presença de Carlson Gracie Jr. e dezenas de faixas-pretas de diversas academias. Após o baque, Saporito e um grupo de amigos faixas-pretas fizeram uma proposta ao proprietário do espaço, e este após meses de negociação aceitou os termos do grupo.

Saporito explicou todo o processo, por meio de nota:

“Soubemos que a academia ia fechar. A sensação de medo e tristeza foram os sentimentos iniciais, mas isso se transformou em esforço e atitude. Fizemos uma proposta para o proprietário e iniciamos o projeto. Ficamos de mãos atadas até terça-feira (13), ao receber a notícia que haviamos conseguido alugar o espaço.

“O projeto é integrador e visa formar novas equipes, desde o infantil até o adulto, como em outras épocas em que times se foram e novos campeões foram formados, além de manter a casa aberta para todos que foram atletas de Carlson Gracie.”

Marcelo Saporito tem como associados no projeto os faixas-pretas André Gaudio, Leandro Boueri e Paulo Levi. A reinauguração do espaço está marcada para novembro, mas a academia já voltou a funcionar enquanto as obras de reforma não estão concluídas. Os horários são de 20:00hs às 21:30hs (segunda a sexta) e 21:30hs às 23:00hs (segunda a quinta).

“Nosso projeto esta só começando. Estamos planejando a reinauguração para formalizar que o Clube Carlson Gracie continua lá, firme e forte, enquanto houver gente que sonha como a gente”, concluiu.

E você, amigo leitor, o que acha da reabertura do “Templo do Jiu-Jitsu”? Comente conosco!