Faixa-preta mira recorde no UFC SP e diz: “Quero inspirar os brasileiros” September 21 2015

Tibau vestiu o kimono após vitória no UFC no Combate 2. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Tibau vestiu o kimono após vitória no UFC. Foto: Josh Hedges/Zuffa LLC via Getty Images

Em quase nove anos como lutador do UFC, Gleison Tibau já entrou em ação pelo evento 25 vezes. Buscando o incrível número de Tito Ortiz, que tem 27 apresentações no octógono, o brasileiro tem pela frente Abel Trujillo no dia 7 de novembro, em São Paulo, no Ginásio do Ibirapuera, em mais uma edição do UFC no país.

Além da volta ao Brasil, o duelo contra Trujillo também registra uma nova marca significativa para Gleison Tibau: será sua 45ª luta na carreira profissional, que tem 33 vitórias e 11 derrotas até o momento.

“Eu estava embalado por três vitórias antes de perder para o Tony Ferguson – em fevereiro deste ano -, então estou com sede de vitória. Toda luta no UFC tem sua importância, mas essa é especial para mim. O adversário é duro, mas terei a torcida ao meu favor e quero muito mostrar meu jogo. Alcançarei uma marca relevante quando entrar no octógono, então, vou para dar show e vencer mais uma no UFC”, garante Tibau.

Fazer história no UFC em números é uma das metas na carreira de Gleison Tibau. Porém, o desejo é de bater metas com boas vitórias. Em São Paulo, o brasileiro realizará sua 26ª luta pela franquia.

“Coloquei na cabeça que quero gravar meu nome na história do UFC, e serei o lutador com mais lutas e mais vitórias do evento. Quero fazer isso para inspirar todos os brasileiros que sonham e acreditam ser impossível alcançar. Eu acreditei e estou aqui, muito perto de realizar isso”.