Em outubro tem Inter Gracie em SP e Copa Ajuricaba em Manaus September 11 2015

Copa Ajuricaba sera em Manaus em outubro Foto Emanuel Mendes

A primeira Copa Ajuricaba será em Manaus, em outubro. Foto: Emanuel Mendes/Divulgação

Se você está treinando duro, é hora de se testar. Em São Paulo, os preparativos já começaram para o torneio Inter Gracie 2015. O evento deste ano será no dia 17 de outubro no ginásio do São Paulo Futebol Clube, no Morumbi.

Entre as feras confirmadas, Kyra Gracie vai estar na área para uma sessão de autógrafos, e o atleta do UFC Viscardi Andrade promete competir entre os faixas-pretas.

Para mais informações, pergunte ao seu professor numa academia Gracie em SP e fique ligado no GRACIEMAG.com e em nossas redes sociais, como o Facebook.

Também no meio de outubro, Manaus se prepara para receber atletas em um grande evento. Nos dias 17 e 18 de outubro, a Arena Poliesportiva Amadeu Teixeira, em Manaus, recebe a 1ª Copa Ajuricaba Mascarenhas de Jiu-Jitsu. A competição homenageia o saudoso mestre Ajuricaba, que faleceu a 24 de maio deste ano, vítima de um enfarto.

Segundo o organizador do campeonato, Elvys Damasceno, a competição entra no calendário oficial de competições do Amazonas e conta pontos para o ranking estadual que define os melhores do ano. De quebra, o evento reconhece a contribuição de Ajuricaba para o desenvolvimento do esporte local.

“A Copa Ajuricaba foi aprovada por unanimidade pela diretoria da nossa federação. É uma forma de homenagem ao nosso eterno diretor de arbitragem e faixa-preta Roberval Caldas Mascarenhas, mais conhecido no mundo da luta como Ajuricaba”, enfatizou Elvys. As informações sobre preços e prazos para inscrições serão revelados em breve.

Raízes de Ajuricaba

Ajuricaba deixou um legado de conquistas no esporte. Ele foi atleta de natação e polo aquático, com diversas façanhas históricas para o estado do Amazonas nas duas modalidades.

No Jiu-Jitsu, Ajuricaba recebeu a faixa-preta do mestre Osvaldo Alves no Rio de Janeiro e foi um dos primeiros amazonenses a brilhar em competições nacionais. Foi na Cidade Maravilhosa que fez amizade com André Pederneiras e espalhou com seus companheiros da academia Nova União a filosofia dos projetos sociais da arte suave.

A semente de Ajuricaba deu outros frutos e fincou raízes no Amazonas. O município de Manacapuru, por exemplo, virou referência na modalidade graças ao empenho pessoal de Ajuricaba. Da Terra das Cirandas saíram craques do Jiu-Jitsu como Ronys Torres (ex-UFC) e Rudson Mateus.

Fique ligado no GRACIEMAG.com para saber onde competir perto de sua região.

Professor Ajuricaba Mascarenhas

O saudoso professor e árbitro Roberval “Ajuricaba” Mascarenhas. Foto: Divulgação.