Cachorro Louco no congresso? Wanderlei Silva é candidato a deputado federal January 10 2014

Wand promete ser mais polêmico que Romário na política Foto: Divulgação

Wand promete ser mais polêmico que Romário na política Foto: Divulgação

Wanderlei Silva chegou a declarar voto em Garotinho, em 2002. Mais de uma década depois, o ídolo do Pride e UFC resolveu arregaçar as mangas e ser ele mesmo candidato. O “Cachorro Louco” vai lançar seu nome como candidato a deputado federal pelo PSDB do Paraná, em convenção do partido na próxima semana. A ideia surgiu durante questionamento da apresentadora Marília Gabriela, em entrevista que foi ao ar no mês de setembro, e ganhou força nos últimos 15 dias, passados em Curitiba ao lado da família e amigos.

As propostas de Wanderlei Silva serão, segundo assessores,principalmente no campo da inclusão social. Em novembro de 2013, ele fechou acordo para abrir uma academia gratuita em Campina Grande, cidade do interior da Paraíba.

“Vi que tenho muitos projetos que podem ser feitos, muitas coisas interessantes, e se tudo der certo, entro nessa empreitada. Vou para a casa do ‘TUF’, nocauteio o Sonnen e entro em campanha”, afirma o atleta.

“Se tivermos pessoas sérias juntas, é possível fazer. Conseguimos abrir uma escola no interior da Paraíba, por que Curitiba ou São Paulo não poderiam ter uma? Não tem verba? Falta alguém para colocar para frente. Cansei de pedir, vou lá (no Congresso Federal) fazer com as minhas próprias mãos, igual eu fiz a vida inteira”.

Wanderlei Silva promete desde já muita ação: “Precisamos de projetos bem feitos, investir de verdade de maneira a ajudar a população. Pode ser uma coisa boa para todo mundo. Se vocês acham o Romário polêmico, deixa eu entrar lá para verem o que vai acontecer”, dispara ele.

Independentemente da candidatura, Wanderlei Silva quer deixar Vegas e voltar a treinar em Curitiba, sua cidade natal. O camp para a luta contra Chael Sonnen, seu treinador adversário na terceira temporada do reality show “The Ultimate Fighter Brasil”, será feito no município paranaense, na academia Evolução Thai, de André Dida, seu amigo de longa data e assistente técnico dentro da casa.

“Minha academia e meus outros negócios já estão andando sozinhos. Tenho casa e família aqui, e nesse período depois da gravação do TUF vou trazer algumas pessoas para me ajudarem no camp. Existe material humano de sobra no Brasil, é um dos únicos lugares do mundo onde você consegue reunir um grupo grande e talentoso de lutadores. Vou trazer alguns atletas do wrestling e outros sparrings, e, se conseguir, quero trazer também o mestre Rafael Cordeiro. Se tudo der certo, vai ser um dos melhores camps da minha carreira”, aposta o candidato.

E você, leitor, é voto certo para Wanderlei Silva caso este realmente se lance candidato?