Rafael Feijão comenta seu próximo desafio após nocaute no UFC: a fisioterapia November 21 2013

Feijão trabalhar recuperação em busca de novo combate em 2014. Foto: Divulgação

Feijão trabalhar recuperação em busca de novo combate em 2014. Foto: Divulgação

Um dos principais nomes brasileiros na categoria dos meio-pesados do UFC, Rafael Feijão não vê a hora de retornar ao octógono da maior organização de MMA do planeta. No UFC Goiânia, disputado no início de novembro, o lutador nocauteou o croata Igor Pokrajac de forma avassaladora ainda no primeiro round.

Mesmo vencendo de forma tranquila, o ex-campeão do Strikeforce, que possui 12 vitórias, sendo 11 por nocaute, quer aproveitar o momento pós-luta para se recuperar de pequenas lesões e voltar com força total no início do próximo ano.

“Não me machuquei na minha última luta e já voltei a treinar devagarinho. Porém, vinha sentindo um pouco o joelho. O desgaste dos meus últimos camps foi muito grande. Conversei com meu preparador e resolvemos aproveitar esse primeiro mês para fazer bastante fisioterapia e me recuperar 100%. Em no máximo três meses estarei de volta a lutar e com gás total”, afirmou Feijão.

Apontado pelo próprio atleta, ao término de seu combate no UFC Goiânia, como seu melhor momento físico na carreira, o lutador do Team Nogueira explicou como foi sua preparação para o embate.

“Minha última preparação foi bem diferenciada, acrescentei várias coisas aos meus treinamentos, como corridas todos os dias. Me dediquei muito mais na parte física e o resultado veio rapidamente. Esse treinamento exigiu muito do meu corpo e a suplementação foi fundamental para que eu aguentasse a carga de treinamentos e mantivesse o alto rendimento”, disse.

(Fonte: Assessoria de imprensa)