GracieMag

Pezão conta com ajuda de Minotauro e Cigano para vencer Mir no UFC 184 November 19 2014

Pezão sonha com a vitória no UFC 160. Foto: Donald Miralle/Zuffa LLC via Getty Images

Pezão busca conselhos para bater Mir no UFC em Los Angeles. Foto: Donald Miralle/Zuffa LLC via Getty Images

O fim de ano promete ser de intenso trabalho para Antônio Pezão. O lutador soube, na última semana, que irá encarar o experiente Frank Mir no UFC 184, marcado para o dia 28 de fevereiro de 2015, em Los Angeles. Este será o sétimo combate do Gigante da Paraíba dentro da maior organização de MMA do planeta. Com 18 vitórias e seis derrotas no cartel, o brasileiro busca reabilitação dentro do evento, já que foi derrotado por Andrei Arlovski em seu último duelo, realizado no mês de setembro, em Brasília.

Motivado por retornar contra um oponente tão renomado, Pezão comemora a oportunidade de iniciar o próximo ano com mais um grande embate. Apesar de ter conseguido uma maior regularidade nas últimas temporadas, ele não se considera favorito e faz questão de lembrar a trajetória vitoriosa do adversário.

“Acho que o casamento desta luta foi bom para mim, pelo fato de encarar outro excelente adversário. O Frank Mir é um atleta que merece muito respeito e é um ex-campeão da categoria. Acho que vai ser um grande combate. Quem tem que achar, se sou favorito ou não, é a torcida. O que vou fazer é me dedicar ao máximo durante os meus treinamentos para que possa chegar muito bem preparado e fazer uma ótima luta”, disse.

O peso-pesado pretende esquecer a derrota sofrida para Andrei Arlovski e acredita que uma vitória sobre Mir seria excelente para recolocá-lo em uma posição privilegiada na categoria. Confiante, ele revelou que procurará informações com os amigos Rodrigo Minotauro e Junior Cigano, que já enfrentaram o norte-americano anteriormente. “Tenho certeza que será uma boa luta para me recuperar, já que o Frank Mir é muito conhecido e tem o nome muito forte aqui nos Estados Unidos. É fundamental trocarmos informações antes de nossos combates e será ótimo pedir mais detalhes para dois grandes amigos que eu tenho dentro do esporte. Serão dicas muito valiosas”.

Submetido a uma cirurgia no fim de setembro, para a retirada de um pequeno tumor no cérebro, Antônio Pezão, que sofre há muitos anos com a acromegalia, doença popularmente conhecida como “gigantismo”, garante estar completamente recuperado do processo cirúrgico. Ele também comentou como o procedimento irá lhe auxiliar em suas próximas preparações.

“A minha recuperação foi 100%, tudo ocorreu conforme o planejado e estou me sentindo muito bem. Esse procedimento vai ajudar muito na minha regulação hormonal. Sendo assim, vou conseguir perder peso naturalmente, o que vai me auxiliar bastante na parte de agilidade e de performance dentro do octógono”, concluiu.

(Fonte: Assessoria de imprensa)


Ronaldo Jacaré encara Yoel Romero no UFC 184, na Califórnia November 13 2014

Com a queda de Philippou, Jacaré agora enfrenta Chris Camozzi. Foto: Esther Lin

Jacaré tem novo duelo rumo ao cinturão do UFC. Foto: Esther Lin

Após diversas especulações e promessas de um duelo, o UFC finalmente confirmou a batalha entre Ronaldo Jacaré e Yoel Romero para o UFC 184, programado para o dia 28 de fevereiro, na Califórnia.

Jacaré (21v, 3d, 1nc) era apontado como candidato direto à próxima chance do cinturão peso médio do UFC. Com a disputa próxima de Chris Weidman e Vitor Belfort, no mesmo card do UFC 184, a espera seria  grande para o brasileiro, além do que nada foi confirmado pela organização quanto ao desejo de ver o Jaca lutar pela cinta. Portanto, o faixa-preta campeão mundial de Jiu-Jitsu, que vem de finalização sobre o antigo algoz Gegard Mousasi, teria mais este degrau para a sonhada busca pelo título.

Já Romero (9v, 1d), cubano campeão pan-americano e mundial de wrestling, apesar de pouco experimentado no MMA, mostra grande habilidade de pujança nos cages. Ele vem de vitória polêmica sobre Tim Kennedy, mas em suas apresentações anteriores não deixou nada a desejar para o Ultimate.

O card do UFC 184 ainda tem confirmados os duelos de Ronda Rousey e Cat Zingano, pelo cinturão peso-galo feminino do UFC, e o duelo de aflitos entre Antônio Pezão e Frank Mir, que pode garantir a permanência de um dos dois no quadro de pesados do Ultimate.

E para você, leitor amigo, o duelo de Jacaré e Romero é o ideal para o brasileiro? Como você acha que será o combate? Comente conosco!

UFC 184
Los Angeles, Califórnia, EUA
28 de fevereiro de 2015

Chris Weidman x Vitor Belfort
Ronda Rousey x Cat Zingano
Ronaldo Jacaré x Yoel Romero
Antônio Pezão x Frank Mir


UFC: Pezão encara Frank Mir no mesmo card de Belfort x Weidman, em fevereiro November 13 2014

Pezão terá Frank Mir como próximo adversário. Foto: UFC/Divulgação

Pezão terá Frank Mir como próximo adversário. Foto: UFC/Divulgação

Um duelo de desesperados foi adicionado ao card do UFC 184, agendado para o dia 28 de fevereiro em Los Angeles, EUA. Antônio Pezão, faixa-preta de Jiu-Jitsu e peso pesado do UFC, encara o veterano Frank Mir, também faixa-preta, em duelo que renderá um alívio para o vencedor.

Pezão (18v, 6d, 1e) vinha de ótimas vitórias sobre Travis Brown e Alistair Overeem, e com estas chegou a disputar o cinturão peso pesado do UFC, contra Cain Velasquez. Após a derrota para o campeão pesado, Pezão amargou duas derrotas e um empate, e vive situação delicda na organização.

Já Frank Mir (16v, 9d) está em situação pior. Apesar de ser ex-campeão do Ultimate, Frank foi derrotado em suas quatro últimas lutas, e tem em Pezão a chance de respirar e escapar de uma possível demissão.

O card do UFC 184 ainda tem confirmado os duelos entre Chris Weidman e Vitor Belfort, válido pelo cinturão peso médio, e Ronda Rousey contra Cat Zingano, pelo cinturão peso-galo feminino.

E você, amigo leitor, o que acha do duelo entre Pezão e Mir? Quem sairá vencedor? Comente conosco!


Vídeo: Cigano comenta nocaute de Arlovski em Pezão no UFC Brasília September 17 2014

Presente no UFC Brasília, Junior Cigano acompanhou de perto todos os combates, inclusive o evento principal entre Antônio Pezão e Andrei Arlovski, no qual Pezão acabou nocauteado ainda no primeiro assalto.

Confira no vídeo abaixo a análise de Cigano sobre o combate de pesos pesados.

promocao Koral 2014


Estude a kimura na finalização de Rani Yahya no UFC em Brasília September 15 2014

Primeira luta do UFC Brasília, Rani Yahya abriu o card com o pé direito, ao finalizar seu oponente no braço esquerdo.

Com uma técnica apurada, o faixa-preta de Jiu-Jitsu pegou Sean Spencer na kimura. Repare como o brasiliense se mantém na mei-guarda para estourar a pegada de defesa do adversário, para só então partir para a lateral, passar o pé por cima da cabeça do oponente e arrochar a chave de braço.

Reveja, estude e aprimore sua técnica!

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Andrei Arlovski nocauteou Antônio Pezão aos 2min59s do primeiro assalto
Gleison Tibau venceu Piotr Hallmann na decisão dividida dos jurados
Léo Santos venceu Efrain Escudero na decisão unânime dos jurados
Santiago Ponzinibbio nocauteou Wendell Negão a 1min20s do R1
Iuri Marajó venceu Russell Doane na decisão unânime dos jurados
Jéssica Bate-Estaca finalizou Larissa Pacheco na guilhotina aos 4min33s do R1

Card preliminar

Godofredo Pepey finalizou Dashon Johnson 4min29s do R1
George Sullivan nocauteou Igor Araújo aos 2min31s do R2
Francisco Massaranduba x Leandro ‘Buscape’ Silva na decisão unânime dos jurados
Sean Spencer venceu Paulo Thiago na decisão unânime dos jurados
Rani Yahya finalizou Johnny Bedford na kimura aos 2min04s do R1

banner_rodape_site_kimono_preto


Jiu-Jitsu: O armlock do triângulo da montada que funcionou no UFC Brasília September 15 2014

O nome grande pode assustar, mas o golpe em si amedronta muito mais. Godofredo Pepey, atleta do UFC oriundo do Jiu-Jitsu que leva a faixa-preta na cintura e tatuada em suas costas, finalizou seu oponente no armlock do triângulo da montada no UFC em Brasília.

O combate, que rolou no card preliminar do evento, apresentado no último sábado, teve Pepey inicialmente travando Dashon Johnson no triângulo clássico. No arrocho do golpe, Pepey tentou o armlock e girou o oponente ainda travado, finalizando da montada.

Confira!

banner_rodape_site_kimono_preto


UFC Brasília: Pezão cai; Jéssica, Léo Santos, Pepey e Rani vencem com o Jiu-Jitsu September 13 2014

Godofredo Pepey estica o braço de  Dashon Johnson. Foto: UFC/ Divulgação

Godofredo Pepey estica o braço de Dashon Johnson. Foto: UFC/ Divulgação

 

Em noite que Antonio Pezão deu mole para o veterano pitbull Andrei Arlovski, que despachou o lutador local com um lindo cruzado de direita no primeiro assalto, três campeões de Jiu-Jitsu roubaram a cena, no UFC em Brasília.

Moldado pela arte suave, Léo Santos usou a melhor arma que um lutador pode ter, o coração. Em sua segunda luta pelo UFC, o carioca travou uma batalha tensa com Efrain Escudero no ginásio Nilson Nelson. No primeiro assalto, o brasileiro grampeou as costas, fez a transição para o braço, mas Efrain foi salvo pelo gongo. No round seguinte, Escudero voltou melhor e conseguiu um knock-down. Ágil, Léo recuperou-se, e trabalhou com a guarda aberta para se proteger.

O último assalto foi definido com maestria pelo aluno de Dedé Pederneiras. Léo Santos derrubou, soltou boas cotoveladas e grudou nas costas até o fim. A vitória veio por decisão unânime dos jurados.

Pelo card preliminar do UFC Brasília, dois outros faixas-pretas de Jiu-Jitsu foram destaques. Pela divisão dos penas, Godofredo Pepey e Dashon Johnson entraram em rota de colisão. Pepey trocou bem, mas caiu por baixo e foi preparando o terreno para a finalização. Com um triângulo fulminante, o faixa-preta da Evolução Thai pegou Dashon e só largou após inverter e montar, quando finalizou na chave de braço do triângulo.

Campeão do ADCC em 2007, Rani Yahya finalizou Johnny Bedford com belíssima kimura, no segundo assalto. Rani tinha enfrentado Johnny em abril, mas a luta terminou sem resultado por conta de uma cabeçada.

Quem também brilhou foi Jéssica Bate-Estaca. Ela venceu Larissa Pacheco no primeiro assalto, em ritmo de treino: após derrubar e castigar, pegou na guilhotina. Agora ela quer Ronda Rousey.

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Andrei Arlovski nocauteou Antônio Pezão aos 2min59s do primeiro assalto
Gleison Tibau venceu Piotr Hallmann na decisão dividida dos jurados
Léo Santos venceu Efrain Escudero na decisão unânime dos jurados
Santiago Ponzinibbio nocauteou Wendell Negão a 1min20s do R1
Iuri Marajó venceu Russell Doane na decisão unânime dos jurados
Jéssica Bate-Estaca finalizou Larissa Pacheco na guilhotina aos 4min33s do R1

Card preliminar

Godofredo Pepey finalizou Dashon Johnson 4min29s do R1
George Sullivan nocauteou Igor Araújo aos 2min31s do R2
Francisco Massaranduba x Leandro ‘Buscape’ Silva na decisão unânime dos jurados
Sean Spencer venceu Paulo Thiago na decisão unânime dos jurados
Rani Yahya finalizou Johnny Bedford na kimura aos 2min04s do R1

banner_rodape_site_kimono_preto


Buscapé comemora retorno ao UFC: “Sabia que um dia voltaria” September 11 2014

Buscapé encara Massaranduba no card preliminar de Brasília. Foto: Divulgação

Buscapé encara Massaranduba no card preliminar de Brasília. Foto: Divulgação

A excelente forma de Leandro Buscapé, que venceu seus últimos cinco combates, voltou a despertar os olhares da maior organizações de MMA do mundo.

Cerca de um ano após se apresentar pela única vez no UFC, em luta na qual foi derrotado por Ildemar Marajó, no UFC on Fuel TV 10, realizado em junho de 2013 na cidade de Fortaleza, o lutador ganhou uma nova chance e terá a possibilidade de mostrar que pode fazer parte do estelar elenco do torneio.

Engana-se quem pensa que ele vai ter vida fácil em seu retorno, já que enfrenta o experiente Francisco Massaranduba no UFC Fight Night 51, marcado para este sábado, dia 13, em Brasília. O duelo, entre os pesos leves , faz parte do card preliminar da competição, que tem no total 11 lutas previstas.

Entusiasmado com o convite para regressar ao maior evento de MMA do planeta, Buscapé garante estar pronto para agarrar a nova oportunidade com unhas e dentes. Ele pretende dar continuidade ao ótimo momento na carreira e confia no lastro de treinamentos para conquistar sua 17a vitória na carreira.

“A sensação está sendo ótima. Eu sabia que um dia voltaria ao UFC, sou jovem e tenho muito a mostrar dentro da organização. Meu camp foi realizado de forma bem intensa mas eu já vinha de uma preparação forte quando lutei no início de agosto. Após a luta retornei aos treinos no mesmo ritmo. A parte de chão da minha preparação é toda na Barbosa Jiu-Jitsu e wrestling com Thiago Alves, com quem tenho uma grande amizade e vem me auxiliando bastante. Meu boxe treinei com Tony e venho treinando muito Karatê com o mestre Jeovaldo Barreto. Tenho uma equipe boa por trás de mim em todas partes de luta”, ressaltou.

Aos 28 anos, o paulista garante estar mais amadurecido desde sua última aparição UFC. Respeitoso, ele reconhece as qualidades do adversário, mas se diz focado em mostrar seu talento e firmar-se de vez como um dos melhores de sua divisão dentro da organização.

“Volto ainda mais forte, determinado e amadurecido. Tenho muito que apresentar à organização. Penso que será uma luta dura do começo ao fim. Respeito o Massaranduba, mas não estou aqui à toa e não vou deixar ninguém e nenhum atleta tirar meu objetivo. Preciso mostrar tudo que sei. Me sinto preparado para mostrar pra organização que mereço estar aqui. É pensar nesta luta de sábado e dar um passo de cada vez para me firmar e colher esses frutos no futuro”, concluiu o atleta.

Com um cartel de 16 vitórias, uma derrota e um empate, Leandro Buscapé está entre os melhores pesos leves (70kg) do Brasil. Sua estreia profissional aconteceu em maio de 2008, quando venceu por decisão unânime Viscardi Andrade no Beach Fight Festival. Após engrenar uma sequência inicial de 12 combates sem derrotas, ele recebeu sua primeira chance no UFC em 2013. A derrota para Ildemar Marajó, em um junho do ano passado, não abateu o paulista que, desde então, engrenou uma série de cinco vitórias consecutivas, sendo uma delas no Pancrase, tradicional evento realizado no Japão.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

banner_rodape_site_kimono_preto


Leandro Buscapé vibra com retorno ao UFC: “Mereço estar no plantel do Ultimate” September 02 2014

Buscapé em ação no cage para tentar uma vaga no TUF. Foto: Divulgação

Buscapé em ação no cage para tentar uma vaga no TUF. Foto: Divulgação

Após um ano fora do UFC, Leandro Buscapé retorna à maior organização de MMA do mundo e encara o compatriota Francisco Massaranduba no UFC Fight Night 51: Pezão x Arlovski, marcado para o dia 13 de setembro, Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

“Foi uma grande alegria mas já passei por isso e estou com pés no chão. Tenho muito a mostrar para todos o quanto mereço estar no plantel do UFC. Apesar do pouco tempo de preparação, podem esperar um Buscapé bem treinado e focado. Respeito o Massaranduba, sei que é um cara duro, mas estou voltando pra ficar e vou trazer essa vitória pra casa.” vibra Buscapé que vem de vitória no MMA Super Heroes, em São Paulo

Aos 28 anos, Buscapé soma 18 lutas na carreira, sendo 16 vitórias, um empate e apenas uma derrota, que foi justamente no UFC em uma divisão acima (até 77,1kg) diante do brasileiro Ildemar Marajó, em junho do ano passado. Após sua saída do Ultimate, Buscapé superou cinco adversários, sendo suas duas últimas no MMA Super Heroes. Agora ele retorna ao UFC em sua categoria de origem, a divisão dos pesos-leves.

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Antônio Pezão x Andrei Arlovski
Gleison Tibau x Piotr Hallmann
Léo Santos x Lukasz Sajewski
Santiago Ponzinibbio x Wendell Negão
Iuri Marajó x Russell Doane
Jéssica Bate-Estaca x Larissa Pacheco

Card preliminar

Godofredo Pepey x Dashon Johnson
Igor Araújo x George Sullivan
Francisco Massaranduba x Efrain Escudero
Paulo Thiago x Sean Spencer
Rani Yahya x Johnny Bedford

(Fonte: Assessoria de imprensa)


Vídeo: Antônio Pezão projeta batalha com Arlovski no UFC em Brasília September 02 2014

Faixa-preta em Jiu-Jitsu, judô e karate, Antônio Pezão já se diz preparado para enfrentar Andrei Arloski, mas seu duelo contra o russo no UFC só ocorre no dia 13 de setembro, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

A guardada revanche encabeça o card que terá várias feras brasucas. Confira abaixo como foi o media day em Brasília com Pezão, Arlovski e os locais Paulo Thiago e Rani Yahya:

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Antônio Pezão x Andrei Arlovski
Gleison Tibau x Piotr Hallmann
Léo Santos x Lukasz Sajewski
Santiago Ponzinibbio x Wendell Negão
Iuri Marajó x Russell Doane
Jéssica Bate-Estaca x Larissa Pacheco

Card preliminar

Godofredo Pepey x Dashon Johnson
Igor Araújo x George Sullivan
Francisco Massaranduba x Efrain Escudero
Paulo Thiago x Sean Spencer
Rani Yahya x Johnny Bedford