GracieMag

Vídeo: Cigano comenta nocaute de Arlovski em Pezão no UFC Brasília September 17 2014

Presente no UFC Brasília, Junior Cigano acompanhou de perto todos os combates, inclusive o evento principal entre Antônio Pezão e Andrei Arlovski, no qual Pezão acabou nocauteado ainda no primeiro assalto.

Confira no vídeo abaixo a análise de Cigano sobre o combate de pesos pesados.

promocao Koral 2014


Estude a kimura na finalização de Rani Yahya no UFC em Brasília September 15 2014

Primeira luta do UFC Brasília, Rani Yahya abriu o card com o pé direito, ao finalizar seu oponente no braço esquerdo.

Com uma técnica apurada, o faixa-preta de Jiu-Jitsu pegou Sean Spencer na kimura. Repare como o brasiliense se mantém na mei-guarda para estourar a pegada de defesa do adversário, para só então partir para a lateral, passar o pé por cima da cabeça do oponente e arrochar a chave de braço.

Reveja, estude e aprimore sua técnica!

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Andrei Arlovski nocauteou Antônio Pezão aos 2min59s do primeiro assalto
Gleison Tibau venceu Piotr Hallmann na decisão dividida dos jurados
Léo Santos venceu Efrain Escudero na decisão unânime dos jurados
Santiago Ponzinibbio nocauteou Wendell Negão a 1min20s do R1
Iuri Marajó venceu Russell Doane na decisão unânime dos jurados
Jéssica Bate-Estaca finalizou Larissa Pacheco na guilhotina aos 4min33s do R1

Card preliminar

Godofredo Pepey finalizou Dashon Johnson 4min29s do R1
George Sullivan nocauteou Igor Araújo aos 2min31s do R2
Francisco Massaranduba x Leandro ‘Buscape’ Silva na decisão unânime dos jurados
Sean Spencer venceu Paulo Thiago na decisão unânime dos jurados
Rani Yahya finalizou Johnny Bedford na kimura aos 2min04s do R1

banner_rodape_site_kimono_preto


Jiu-Jitsu: O armlock do triângulo da montada que funcionou no UFC Brasília September 15 2014

O nome grande pode assustar, mas o golpe em si amedronta muito mais. Godofredo Pepey, atleta do UFC oriundo do Jiu-Jitsu que leva a faixa-preta na cintura e tatuada em suas costas, finalizou seu oponente no armlock do triângulo da montada no UFC em Brasília.

O combate, que rolou no card preliminar do evento, apresentado no último sábado, teve Pepey inicialmente travando Dashon Johnson no triângulo clássico. No arrocho do golpe, Pepey tentou o armlock e girou o oponente ainda travado, finalizando da montada.

Confira!

banner_rodape_site_kimono_preto


UFC Brasília: Pezão cai; Jéssica, Léo Santos, Pepey e Rani vencem com o Jiu-Jitsu September 13 2014

Godofredo Pepey estica o braço de  Dashon Johnson. Foto: UFC/ Divulgação

Godofredo Pepey estica o braço de Dashon Johnson. Foto: UFC/ Divulgação

 

Em noite que Antonio Pezão deu mole para o veterano pitbull Andrei Arlovski, que despachou o lutador local com um lindo cruzado de direita no primeiro assalto, três campeões de Jiu-Jitsu roubaram a cena, no UFC em Brasília.

Moldado pela arte suave, Léo Santos usou a melhor arma que um lutador pode ter, o coração. Em sua segunda luta pelo UFC, o carioca travou uma batalha tensa com Efrain Escudero no ginásio Nilson Nelson. No primeiro assalto, o brasileiro grampeou as costas, fez a transição para o braço, mas Efrain foi salvo pelo gongo. No round seguinte, Escudero voltou melhor e conseguiu um knock-down. Ágil, Léo recuperou-se, e trabalhou com a guarda aberta para se proteger.

O último assalto foi definido com maestria pelo aluno de Dedé Pederneiras. Léo Santos derrubou, soltou boas cotoveladas e grudou nas costas até o fim. A vitória veio por decisão unânime dos jurados.

Pelo card preliminar do UFC Brasília, dois outros faixas-pretas de Jiu-Jitsu foram destaques. Pela divisão dos penas, Godofredo Pepey e Dashon Johnson entraram em rota de colisão. Pepey trocou bem, mas caiu por baixo e foi preparando o terreno para a finalização. Com um triângulo fulminante, o faixa-preta da Evolução Thai pegou Dashon e só largou após inverter e montar, quando finalizou na chave de braço do triângulo.

Campeão do ADCC em 2007, Rani Yahya finalizou Johnny Bedford com belíssima kimura, no segundo assalto. Rani tinha enfrentado Johnny em abril, mas a luta terminou sem resultado por conta de uma cabeçada.

Quem também brilhou foi Jéssica Bate-Estaca. Ela venceu Larissa Pacheco no primeiro assalto, em ritmo de treino: após derrubar e castigar, pegou na guilhotina. Agora ela quer Ronda Rousey.

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Andrei Arlovski nocauteou Antônio Pezão aos 2min59s do primeiro assalto
Gleison Tibau venceu Piotr Hallmann na decisão dividida dos jurados
Léo Santos venceu Efrain Escudero na decisão unânime dos jurados
Santiago Ponzinibbio nocauteou Wendell Negão a 1min20s do R1
Iuri Marajó venceu Russell Doane na decisão unânime dos jurados
Jéssica Bate-Estaca finalizou Larissa Pacheco na guilhotina aos 4min33s do R1

Card preliminar

Godofredo Pepey finalizou Dashon Johnson 4min29s do R1
George Sullivan nocauteou Igor Araújo aos 2min31s do R2
Francisco Massaranduba x Leandro ‘Buscape’ Silva na decisão unânime dos jurados
Sean Spencer venceu Paulo Thiago na decisão unânime dos jurados
Rani Yahya finalizou Johnny Bedford na kimura aos 2min04s do R1

banner_rodape_site_kimono_preto


Buscapé comemora retorno ao UFC: “Sabia que um dia voltaria” September 11 2014

Buscapé encara Massaranduba no card preliminar de Brasília. Foto: Divulgação

Buscapé encara Massaranduba no card preliminar de Brasília. Foto: Divulgação

A excelente forma de Leandro Buscapé, que venceu seus últimos cinco combates, voltou a despertar os olhares da maior organizações de MMA do mundo.

Cerca de um ano após se apresentar pela única vez no UFC, em luta na qual foi derrotado por Ildemar Marajó, no UFC on Fuel TV 10, realizado em junho de 2013 na cidade de Fortaleza, o lutador ganhou uma nova chance e terá a possibilidade de mostrar que pode fazer parte do estelar elenco do torneio.

Engana-se quem pensa que ele vai ter vida fácil em seu retorno, já que enfrenta o experiente Francisco Massaranduba no UFC Fight Night 51, marcado para este sábado, dia 13, em Brasília. O duelo, entre os pesos leves , faz parte do card preliminar da competição, que tem no total 11 lutas previstas.

Entusiasmado com o convite para regressar ao maior evento de MMA do planeta, Buscapé garante estar pronto para agarrar a nova oportunidade com unhas e dentes. Ele pretende dar continuidade ao ótimo momento na carreira e confia no lastro de treinamentos para conquistar sua 17a vitória na carreira.

“A sensação está sendo ótima. Eu sabia que um dia voltaria ao UFC, sou jovem e tenho muito a mostrar dentro da organização. Meu camp foi realizado de forma bem intensa mas eu já vinha de uma preparação forte quando lutei no início de agosto. Após a luta retornei aos treinos no mesmo ritmo. A parte de chão da minha preparação é toda na Barbosa Jiu-Jitsu e wrestling com Thiago Alves, com quem tenho uma grande amizade e vem me auxiliando bastante. Meu boxe treinei com Tony e venho treinando muito Karatê com o mestre Jeovaldo Barreto. Tenho uma equipe boa por trás de mim em todas partes de luta”, ressaltou.

Aos 28 anos, o paulista garante estar mais amadurecido desde sua última aparição UFC. Respeitoso, ele reconhece as qualidades do adversário, mas se diz focado em mostrar seu talento e firmar-se de vez como um dos melhores de sua divisão dentro da organização.

“Volto ainda mais forte, determinado e amadurecido. Tenho muito que apresentar à organização. Penso que será uma luta dura do começo ao fim. Respeito o Massaranduba, mas não estou aqui à toa e não vou deixar ninguém e nenhum atleta tirar meu objetivo. Preciso mostrar tudo que sei. Me sinto preparado para mostrar pra organização que mereço estar aqui. É pensar nesta luta de sábado e dar um passo de cada vez para me firmar e colher esses frutos no futuro”, concluiu o atleta.

Com um cartel de 16 vitórias, uma derrota e um empate, Leandro Buscapé está entre os melhores pesos leves (70kg) do Brasil. Sua estreia profissional aconteceu em maio de 2008, quando venceu por decisão unânime Viscardi Andrade no Beach Fight Festival. Após engrenar uma sequência inicial de 12 combates sem derrotas, ele recebeu sua primeira chance no UFC em 2013. A derrota para Ildemar Marajó, em um junho do ano passado, não abateu o paulista que, desde então, engrenou uma série de cinco vitórias consecutivas, sendo uma delas no Pancrase, tradicional evento realizado no Japão.

(Fonte: Assessoria de imprensa)

banner_rodape_site_kimono_preto


Leandro Buscapé vibra com retorno ao UFC: “Mereço estar no plantel do Ultimate” September 02 2014

Buscapé em ação no cage para tentar uma vaga no TUF. Foto: Divulgação

Buscapé em ação no cage para tentar uma vaga no TUF. Foto: Divulgação

Após um ano fora do UFC, Leandro Buscapé retorna à maior organização de MMA do mundo e encara o compatriota Francisco Massaranduba no UFC Fight Night 51: Pezão x Arlovski, marcado para o dia 13 de setembro, Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

“Foi uma grande alegria mas já passei por isso e estou com pés no chão. Tenho muito a mostrar para todos o quanto mereço estar no plantel do UFC. Apesar do pouco tempo de preparação, podem esperar um Buscapé bem treinado e focado. Respeito o Massaranduba, sei que é um cara duro, mas estou voltando pra ficar e vou trazer essa vitória pra casa.” vibra Buscapé que vem de vitória no MMA Super Heroes, em São Paulo

Aos 28 anos, Buscapé soma 18 lutas na carreira, sendo 16 vitórias, um empate e apenas uma derrota, que foi justamente no UFC em uma divisão acima (até 77,1kg) diante do brasileiro Ildemar Marajó, em junho do ano passado. Após sua saída do Ultimate, Buscapé superou cinco adversários, sendo suas duas últimas no MMA Super Heroes. Agora ele retorna ao UFC em sua categoria de origem, a divisão dos pesos-leves.

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Antônio Pezão x Andrei Arlovski
Gleison Tibau x Piotr Hallmann
Léo Santos x Lukasz Sajewski
Santiago Ponzinibbio x Wendell Negão
Iuri Marajó x Russell Doane
Jéssica Bate-Estaca x Larissa Pacheco

Card preliminar

Godofredo Pepey x Dashon Johnson
Igor Araújo x George Sullivan
Francisco Massaranduba x Efrain Escudero
Paulo Thiago x Sean Spencer
Rani Yahya x Johnny Bedford

(Fonte: Assessoria de imprensa)


Vídeo: Antônio Pezão projeta batalha com Arlovski no UFC em Brasília September 02 2014

Faixa-preta em Jiu-Jitsu, judô e karate, Antônio Pezão já se diz preparado para enfrentar Andrei Arloski, mas seu duelo contra o russo no UFC só ocorre no dia 13 de setembro, no Ginásio Nilson Nelson, em Brasília.

A guardada revanche encabeça o card que terá várias feras brasucas. Confira abaixo como foi o media day em Brasília com Pezão, Arlovski e os locais Paulo Thiago e Rani Yahya:

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2014

Antônio Pezão x Andrei Arlovski
Gleison Tibau x Piotr Hallmann
Léo Santos x Lukasz Sajewski
Santiago Ponzinibbio x Wendell Negão
Iuri Marajó x Russell Doane
Jéssica Bate-Estaca x Larissa Pacheco

Card preliminar

Godofredo Pepey x Dashon Johnson
Igor Araújo x George Sullivan
Francisco Massaranduba x Efrain Escudero
Paulo Thiago x Sean Spencer
Rani Yahya x Johnny Bedford


Faixa-preta Igor Araújo encara George Sullivan no UFC em Brasília July 14 2014

Igor Araujo mineiro da GB no TUF 16 Foto Divulgacao

Igor Araujo em ação no TUF 16 Foto Divulgacao

E tem mais um faixa-preta designado para atuar no UFC em Brasília, no próximo dia 13 de setembro. Após confirmar os feras de chão Léo Santos, Serginho Moraes e Paulo Thiago, o Ultimate carimbou o nome de Igor Araújo para o card. Ele encara o americano George Sullivan.

O experiente Igor (25v, 6d, 1nc), faixa-preta da Gracie Barra e aluno de Aldo Caveirinha, venceu 17 vezes por finalização. Integrando o plantel do UFC após participar do TUF americano, o brasileiro vem de duas vitórias na organização, contra Ildemar Marajó e Danny Mitchell.

Seu adversário, Sullivan (15v, 3d) tem a seu favor o poder nas mãos. Dez de suas vitórias vieram por nocaute, mas o mesmo foi finalizado duas vezes na carreira. O americano estrou no UFC em janeiro deste ano, com vitória sobre Mike Rhodes.

E você, leitor, o que achou do combate? Confira o card parcial do evento:

UFC Brasília
Ginásio Nilson Nelson, Brasília, DF
13 de setembro de 2013

Antônio Pezão x Andrei Arlovski
Leonardo Santos x Lukasz Sajewski
Serginho Moraes x Santiago Ponzinibbio
Igor Araújo x George Sullivan
Paulo Thiago x Mike Rhodes


Campeão mundial de Jiu-Jitsu encara pedreira argentina no UFC Brasília July 14 2014

O triângulo de Serginho Moraes em Neil Magny no UFC. Foto: Inovafoto

O triângulo de Serginho Moraes em Neil Magny no UFC. Foto: Inovafoto

Mais um interessante combate foi agendado para o UFC em Brasília, no dia 13 de setembro. O card encabeçado por Antônio Pezão x Andrei Arlovski terá também o combate entre Serginho Moraes e Santiago Ponzinibbio.

Campeão mundial de Jiu-Jitsu e faixa-preta da Alliance, Serginho (8v, 2d) está sem atuar desde sua vitória sobre Neil Magny no UFC Rio de 2014, em agosto. Em sua carreira no MMA, Sergio finalizou sete dos seus dez oponentes, um no braço e os outros seis no pescoço.

Já Santiago (18v, 2d), o “argentino gente boa”, vem de derrota para o duro Ryan LaFlare, em novembro do ano passado, também no Brasil. Finalista do TUF Brasil 2, deixando o duelo por conta de uma lesão, Santiago deixou de participar de dois combate em 2014 também por contusões, contra Jordan Mein e Ildemar Marajó, respectivamente.

Léo Santos e Paulo Thiago integram o card

Outro atleta forjado no Jiu-Jitsu, Léo Santos também estará em ação no card de Brasília. Vindo de um empate no UFC, Léo (12v, 3d, 1e) encara o polonês Lukasz Sajewsk. Campeão do TUF Brasil 2, Léo busca sua primeira vitória no Ultimate após a conquista do programa.

Atleta local com situação complicada no Ultimate, o “caveira” Paulo Thiago (15v, 7d) também está escalado para duelar em Brasília. O policial do Bope encara o americano Mike Rhodes.

Com 12 lutas no UFC, Paulo Thiago saiu vitorioso em apenas cinco. Vindo de duas derrotas seguidas na organização, seu combate em Brasília pode ser decisivo para sua permanência na organização.

E você, leitor, animado para os combates no centro-oeste do Brasil? Comente consco!


Qual seria a sua seleção brasileira de 2014 no MMA, amigo torcedor? May 08 2014

Anderson Silva em comercial da selecao brasileira Foto Divulgacao

Anderson Silva em comercial da seleção brasileira. O Aranha ainda seria o seu camisa 10 na lista dos melhores do MMA nacional? Foto: Divulgação

Ontem foi dia de o Brasil parar, nos escritórios, redações e academias, e conferir a lista final da seleção brasileira que vai lutar pelo seu sexto caneco na Copa do Mundo 2014, aquele torneio da Fifa que começa dez dias depois do nosso Mundial de Jiu-Jitsu.

O gaúcho Felipão, treinador consagrado e fã de vale-tudo de longa data, escolheu com convicção os seus 23 selecionados. A equipe GRACIEMAG achou a equipe boa no geral, mas passou a debater quem seriam, na atualidade, os melhores em outro aguerrido esporte nacional, o MMA. Claro que a nossa seleção botou as feras do futebol no chinelo.

Após debates tensos, dedos na cara e níveis de testosterona elevados por aqui, liberamos a nossa seleção brasileira do MMA, que acabou formada 100% com astros ativos no UFC. Optamos apenas pelo time (timaço) titular, para simplificar.

Veja e comente, e diga quem não podia ter ficado fora, e quem não está com tanta moral assim. Afinal, como diz o outro, não tem seleção fácil.

1. Anderson Silva

2. José Aldo

3. Renan Barão

4. Vitor Belfort

5. Fabricio Werdum

6. Junior Cigano

7. Glover Teixeira

8. Lyoto Machida

9. Ronaldo Jacaré

10. Antonio Pezão

11. Rafael dos Anjos

E a sua lista final, seria muito diferente? Confira e mande seus pitacos!